Bernd Thissen/ Reuters
Bernd Thissen/ Reuters

Com 2 de Lewandowski, Bayern vira nos acréscimos contra Leverkusen e é líder

Time de Munique chega a 30 pontos e ultrapassa o próprio adversário desta tarde na tabela

Redação, Estadão Conteúdo

19 de dezembro de 2020 | 17h37

O Bayer Leverkusen recebeu, neste sábado, o Bayern de Munique na Bay Arena para um clássico que definiu a liderança do Campeonato Alemão. A derrota por 2 a 1 mandou o Leverkusen para segundo lugar na tabela e alçou a equipe de Munique à primeira posição.

A partida foi marcada pela bela atuação do atacante polonês Lewandowski, que fez jus ao título de melhor jogador do mundo deste ano, ao marcar seu 252º gol na Bundesliga. Na considerada melhor temporada de sua carreira, o centroavante foi responsável pela vitória do Bayern de Munique ao anotar dois gols, chegando a 17 tentos em 12 partidas apenas no atual Campeonato Alemão.

O Leverkusen começou o embate com um time organizado e bem afinado, anotando já aos 14 minutos, com Patrik Schick recebendo a bola no pé esquerdo e marcando. Aos 28 minutos, Schick novamente balançou as redes de Neuer, mas, após verificação do VAR, o gol foi anulado.

Mais adiante, Lewandowski surpreendeu ao marcar, aos 43 minutos, conduzindo o Bayern ao empate. O jogo prosseguiu equilibrado, com chances para os dois lados. Em reação extraordinária, o atacante polonês mostrou porque recebeu a Bola de Ouro em 2020 ao virar o jogo nos acréscimos, garantindo ao time do treinador Hans-Dieter Flick não somente a vitória, mas também a liderança da Bundesliga.

Com o resultado do confronto, o Bayern de Munique vai a 30 pontos, tomando o lugar do Leverkusen, que manteve 29 pontos, descendo para a segunda posição. Como previsto, o placar também foi prejudicial para o RB Leipzig, que, em tímido empate sem gols com o Colônia, encerrou a rodada na terceira posição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.