Hannah McKay/Reuters
Hannah McKay/Reuters

Com 2 de Sterling e 1 gol irregular de Jesus, City ganha e retoma ponta do Inglês

Equipe de Pep Guardiola fica temporariamente à frente do Liverpool por apenas um ponto e torce por tropeço dos rivais para o Chelsea

Redação, Estadão Conteúdo

14 de abril de 2019 | 12h34

Com dois gols de Sterling e um outro marcado no fim por Gabriel Jesus em situação irregular, pois o brasileiro estava impedido, o Manchester City venceu o Crystal Palace por 3 a 1, neste domingo, em Londres, e voltou a assumir a liderança do Campeonato Inglês.

O triunfo obtido fora de casa no estádio Selhurst Park fez com que o time comandado por Pep Guardiola chegasse aos 83 pontos e voltasse a ultrapassar o Liverpool, que tem 82 na vice-liderança e encara o Chelsea, em Liverpool, no outro duelo deste domingo pela competição.

Mesmo que recupere o topo, o Liverpool ficará com uma partida a mais do que o City, que realizou o seu 33º jogo neste Inglês e assim continua dependendo apenas dos seus resultados nesta reta final do torneio para faturar o título. Já o Crystal Palace estacionou nos 39 pontos e ocupa apenas a 13ª posição.

Atuando fora de casa, o City tratou de ir ao ataque desde o início do jogo e teve a sua primeira grande chance de marcar aos 9 minutos, quando Sterling recebeu passe de David Silva e, na cara do gol e sem marcação, finalizou para fora.

Pouco depois, porém, aos 14, o atacante se redimiu do erro. Em rápido contra-ataque, o belga De Bruyne deu bela assistência a Sterling, que invadiu a área em velocidade e chutou cruzado para vencer o goleiro Vicente Guaita.

Na etapa final, o City ampliou o placar com novo gol do atacante, aos 17 minutos. Em uma jogada bem trabalhada que foi iniciada por Walker e passou pelos pés de Agüero, David Silva e Sané, Sterling recebeu passe do jovem alemão e finalizou de primeira no canto direito de Guaita, no contrapé do goleiro, que já saía para proteger o lado esquerdo de sua meta.

Em vantagem cômoda no placar, Guardiola resolveu dar mais fôlego ao meio-campo e ao ataque do City ao sacar David Silva e Agüero e promoveu as entradas de Bernardo Silva e Gabriel Jesus. Logo após entrar, o brasileiro fez bonito ao dar um chapéu em um adversário e depois finalizou da entrada da área em ataque abafado pela defesa rival.

O Crystal Palace parecia entregue no duelo, mas acendeu a sua torcida ao descontar o placar aos 35 minutos, quando Milivojevic cobrou falta da meia-lua com categoria no canto direito do goleiro Ederson, que não conseguiu alcançar a bola.

O gol assustou Guardiola, que resolveu sacar Sané do ataque e colocar o zagueiro Stones em campo. Porém, o City voltaria a marcar aos 44 minutos. Em outro rápido contra-ataque, De Bruyne acionou Gabriel Jesus pelo lado esquerdo e o atacante, em posição de impedimento não flagrado pela arbitragem, se livrou da marcação de um defensor e finalizou para as redes para selar o 3 a 1.

O triunfo em Londres teve importante efeito psicológico para o time de Manchester, que vinha de uma derrota por 1 a 0 para o Tottenham, também em Londres, pelo duelo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões. As duas equipes voltam a se enfrentar por vaga na semifinal na quarta-feira, na casa do City, onde os anfitriões precisarão ganhar por dois gols de diferença para avançar no torneio continental.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.