Romain Lafabregue/AFP
Romain Lafabregue/AFP

Com 2 gols contra de brasileiros, Lyon é surpreendido pelo lanterna do Francês

Com o péssimo resultado, a equipe estacionou nos 56 pontos na terceira posição e continuou distante do vice-líder Lille

Redação, Estadão Conteúdo

06 de abril de 2019 | 23h30

Mesmo atuando em casa, o Lyon decepcionou neste sábado ao ser surpreendido pelo então lanterna Dijon com uma derrota por 3 a 1 em confronto válido pelo Campeonato Francês. Com o péssimo resultado, a equipe estacionou nos 56 pontos na terceira posição e continuou distante do vice-líder Lille, que tem 60 e poderá ampliar a sua vantagem neste domingo, quando encara o Reims como visitante.

O Lyon chegou a abrir o placar logo no primeiro minuto com um gol de Martin Terrier, mas levou a virada em seguida ao tomar o empate aos 3, com Wesley Said marcando, e depois sofrer o segundo aos 7, com um gol contra do zagueiro brasileiro Marcelo.

Curiosamente, o Dijon ampliou para 3 a 1, aos 20 minutos da etapa final, por meio de um outro gol contra de um jogador nascido no Brasil, desta vez marcado pelo lateral Rafael da Silva. E o surpreendente triunfo fez o Dijon deixar a última posição e assumir o 18º lugar, com 24 pontos, um à frente de Caem e Guimgamp, agora respectivos penúltimo e lanterna da competição.

O Dijon, porém, encabeça a zona de rebaixamento e está sete pontos atrás do 17º colocado, o Amiens, que em outro duelo do dia empatou por 2 a 2 com o Saint-Étienne, em casa, para passar a contabilizar 31 pontos. Já o Saint-Étienne ocupa o quarto lugar, com 50 pontos, e figura na zona de classificação à Liga Europa.

Último colocado, o Guingamp empatou por 1 a 1 com o Monaco, como mandante, em outro confronto deste sábado. Com o resultado, a equipe monegasca, que realiza péssima campanha nesta temporada, foi aos 31 pontos e ficou em 16º lugar.

O Caen, por sua vez, terminou o dia em penúltimo lugar após ser superado fora de casa por 2 a 0 pelo Nimes, agora 11º colocado, com 40 pontos. Em outra partida do dia, Angers e Rennes empataram por 3 a 3.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.