Bruno Cantini/Atlético
Bruno Cantini/Atlético

Com 2 gols de Alerrandro, Atlético vence América e garante liderança do Mineiro

Time alvinegro ficou na frente duas vezes, rival buscou o empate em ambas, mas jovem garante triunfo nos últimos momentos

Leandro Silveira, Estadão Conteúdo

17 de março de 2019 | 18h22

O Atlético garantiu a liderança da primeira fase do Campeonato Mineiro com uma rodada de antecedência. Com dois gols de Alerrandro, o último deles aos 45 minutos do segundo tempo, o time derrotou o América por 3 a 2, neste domingo, no Mineirão, assegurando a vantagem nas próximas fases do torneio.

No encontro entre os times dos veteranos técnicos Levir Culpi e Givanildo de Oliveira, o poder de decisão ficou com o jovem atacante de 19 anos, escalado por causa da indisponibilidade de Ricardo Oliveira. E agora ele se isolou na artilharia do Estadual com sete gols, muitos deles marcados nos jogos em que o time atuou com uma formação mista.

Isso deverá se repetir na quarta-feira, quando o Atlético, líder com 25 pontos, vai visitar o Tupynambás, em Juiz de Fora, pela rodada final da primeira fase do Mineiro. No mesmo dia, o América, terceiro colocado com 21 pontos, receberá o Guarani de Divinópolis no Independência.

O JOGO

Após poupar os titulares nos cinco compromissos anteriores no Mineiro, dessa vez o Atlético atuou com o que Levir tinha de melhor à disposição. Mas com novidades, pois o treinador sacou Patric e Elias, que vinham sendo alvo de críticas da torcida, além de ter perdido Ricardo Oliveira, gripado. Assim, Guga, David Terans e Alerrando ganharam uma chance na formação titular.

E alguns deles se destacaram na etapa inicial da partida. Quem apareceu primeiro foi Guga, em boas ações do Atlético pela lateral direita. Mas ele era uma das poucas alternativas de jogo do time, que atuava em ritmo lento, mesmo com o apoio do seu torcedor, que lotou o Mineirão - foram 43.137 torcedores presentes.

Ainda assim, o time conseguiu abrir o placar com a participação de Terans, outra novidade de formação e que apareceu bem em jogadas de bola parada. Em uma delas, aos 27 minutos, o uruguaio cobrou escanteio, Igor Rabello desviou e Luan acertou o travessão em cabeceio. Réver ficou com o rebote e empurrou às redes, marcando o seu 24º gol pelo Atlético, sendo o segundo nesta passagem pelo time.

Só que aí o time relaxou. Passou a ceder espaços ao América e logo foi vazado, também em uma cobrança de escanteio. Após desvio, os atleticanos deixaram Felipe Azevedo livre e ele aproveitou para bater cruzado e rasteiro, fazendo 1 a 1 aos 37 minutos.

O desempenho atleticano não melhorou muito no começo do segundo tempo, com o time exibindo desorganização e não conseguindo pressionar o América, que preferia apenas se defender. E esse cenário se intensificou quando Matheusinho foi expulso ao dar uma solada em Cazares, que teve atuação apagada.

Com um a mais, o Atlético voltou a ficar em vantagem aos 18 minutos. Após cobrança de escanteio e corte parcial, Zé Welison passou para Fábio Santos, que bateu cruzado. A bola ficou com Luan, que rolou para Alerrandro empurrar às redes. Só que a resposta do América foi imediata, aos 21 minutos, com Paulão marcando de cabeça após subir mais alto do que Igor Rabello em cobrança de falta de Marcelo Toscano.

Depois disso, então, o América se fechou na defesa. O Atlético tentou ser mais ofensivo ao trocar um volante - José Welison - por um meia - Vinicius. O time teve um gol de Luan bem anulado, acertou a trave em chute desviado de Chará e garantiu a vitória aos 45 minutos.

Em uma blitz, Chará driblou e bateu para defesa parcial de Fernando Leal. Colombiano pegou o rebote e cabeceou para o meio da área. Luan finalizou, o goleiro espalmou, a bola acertou travessão e sobrou para Leonardo Silva bater cruzado. Alerrandro completou para as redes e definiu o triunfo do melhor time da primeira fase do Campeonato Mineiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.