Fernando Vergara/AP Photo
Fernando Vergara/AP Photo

Com 2 gols de Everton Ribeiro, Flamengo bate Junior Barranquilla na Libertadores

Equipe rubro-negra estreia sem dificuldades fora de casa, em jogo válido pelo Grupo A

Wilson Baldini Jr., O Estado de S.Paulo

04 de março de 2020 | 23h35

Em um jogo difícil e bastante disputado, o Flamengo estreou com vitória na Copa Libertadores, nesta quarta-feira, ao derrotar o Junior Barranquilla, por 2 a 1, na Colômbia. Com este resultado, o Flamengo fica em segundo lugar no Grupo A com os mesmos três pontos do Independiente Del Valle, que venceu, também nesta quarta, o Barcelona de Guayaquil, por 3 a 0. O jogo foi no Equador.

O Flamengo surpreendeu o adversário ao adotar uma postura ofensiva nos primeiros minutos. Everton Ribeiro tentou duas vezes em seis minutos para abrir o placar. Após jogada iniciada por Vitinho e desenvolvida por Arrascaeta pela ponta-esquerda, o capitão rubro-negro pegou de primeira o cruzamento e fez 1 a 0.

Em desvantagem no placar e empurrado pela torcida, o Junior Barranquila foi ao ataque com a experiente dupla Téo Gutierrez e Borja. E foi o atacante emprestado pelo Palmeiras que levou perigo, aos 23 minutos, ao arriscar de fora da área para boa defesa de Diego Alves. O jogo ficou muito disputado, com ânimos acirrados, mas com poucas chances de gols para ambos os lados. Uma falha grotesca de Gerson quase propiciou o empate colombiano, aos 45 minutos. Didier Moreno roubou a bola, Borja rolou e Téo Gutierrez encheu o pé, mas a bola explodiu em Diego Alves. A disputa era pegada.

O Flamengo só voltou a incomodar o goleiro Viera, aos 48 minutos, no último lance da primeira etapa, com um forte chute de Gabriel, que, muito marcado, pouco produziu nos primeiros 45 minutos. Mas no início da segunda etapa, o centroavante rubro-negro levou perigo duas vezes em sete minutos. Os lances fizeram os colombianos acordarem. Téo Gutierrez forçou Daniel Alves a mais uma boa defesa e Cetré mandou uma bomba por cima do travessão.

Jorge Jesus, à beira do gramado, não parou de berrar com seus jogadores e colocou Michael no lugar de Arrascaeta na tentativa de ganhar uma bola de escape, diante da pressão do Junior Barranquilla. Deu certo. No contra-ataque, Gabriel lançou o rápido Michael, que rolou para a chegada de Everton Ribeiro. Com enorme tranquilidade, o meia fez 2 a 0.

A velocidade de Michael fez o técnico Julio Comesaña trocar o lateral-direito Piedrahita por Viáfara, mais inteiro e rápido. Ele entrou e passou a fazer marcação individual no atacante flamenguista. O ritmo da partida diminuiu e o Junior Barranquilla só conseguiu seu gol aos 49 minutos, com Téo Gutierrez, no último lance do jogo. O Flamengo soube administrar bem a vantagem e começar sua campanha em busca do segundo título consecutivo com uma importante vitória.

FICHA TÉCNICA

JUNIOR BARRANQUILLA 1 X 2 FLAMENGO

JUNIOR BARRANQUILLA - Viera; Piedrahita (Viáfara), Rosero, Mera e Fuentes; Didier Moreno, Hinestroza (Cárdenas), James Sánchez e Cetré (Valencia); Téo Gutiérrez e Borja. Técnico: Julio Comesaña.

FLAMENGO - Diego Alves; João Lucas, Gustavo Henrique, Léo Pereira e Filipe Luís; Thiago Maia, Gerson, Everton Ribeiro e Arrascaeta (Michael); Vitinho (Pedro) e Gabriel. Técnico: Jorge Jesus.

GOLS - Everton Ribeiro aos seis minutos do primeiro tempo e aos 34 do segundo. Téo Gutierrez aos 49 minutos.

CARTÕES AMARELOS - João Lucas, Filipe Luís, Gabriel, Borja, Diego Alves.

RENDA E PÚBLICO - Não divulgados.

LOCAL - Barranquilla, Colômbia.   

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.