Com 2 jogadores a mais, Salgueiro só empata com ASA

Mesmo tendo a vantagem de estar com dois jogadores a mais desde o primeiro tempo do jogo, o Salgueiro apenas empatou com o ASA por 1 a 1, nesta terça-feira à noite, na cidade de Paulista (PE), pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Fabrício Ceará marcou os donos da casa, enquanto Didira descontou para o time alagoano, ambos no segundo tempo.

AE, Agência Estado

27 de julho de 2011 | 00h02

Com o resultado, o Sagueiro permanece na zona do rebaixamento do campeonato, com 13 pontos conquistados. Enquanto isso, o ASA soma 18 pontos.

O time do Salgueiro fez valer o fator casa e partiu para o ataque desde o início do jogo. Ao ASA restou se defender e contar com excelente atuação do goleiro Gilson, que salvou o time em diversas oportunidades. Além disso, o time alagoano teve os jogadores Leandro e Alexsandro expulsos ainda na primeira etapa, o que favoreceu a pressão adversária.

Apesar da vantagem numérica, o Salgueiro não conseguiu abrir o placar. Na segunda etapa, o time pernambucano manteve o domínio e desperdiçou várias oportunidades. Assim, finalmente marcou o gol aos 24 minutos, com Fabrício Ceará.

As oportunidades perdidas, no entanto, fizeram falta depois para o Salgueiro. Aos 35 minutos, Didira recebeu na área, se livrou da marcação e tocou para empatar para o ASA, definindo o placar do jogo.

Pela 14ª rodada, os dois times voltam a jogar na sexta-feira: o Salgueiro visita o Vila Nova e o ASA recebe o ABC.

FICHA TÉCNICA:

Salgueiro 1 x 1 ASA

Salgueiro - Marcelo;Rogério Serra (Edmar), Henrique, Eridon e Josa; Pio,Renê (Rosembrik), Diego Paulista (Lipe) e Clebson; Fabrício Ceará e Élvis. Técnico - Neco.

ASA - Gilson; Leandro, Tiago Alves e Emerson; Raulen, Fabinho (Toninho), Marielson (Marcelo), Didira e Chiquinho Baiano; Raul (Vitinha) e Alexsandro. Técnico - Vica.

Gols - Fabrício Ceará, aos 24, e Didira, aos 35 minutos do segundo tempo.

Árbitro - Reginaldo Gomes da Silva (RN).

Cartões amarelos - Eridon, Fabinho, Tiago Alves e Leandro.

Cartões vermelhos - Leandro, Alexsandro e Eridon.

Renda - R$ 26.339,00.

Público - 3.544 pagantes.

Local - Estádio Ademir Cunha, em Paulista (PE).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.