Itamar Aguiar / AFP
Itamar Aguiar / AFP

Com jogos em casa antes de parada, Inter mira arrancada rumo ao G4 do Brasileiro

Equipe comandada por Odair Hellmann enfrentará o Avaí e o Bahia no Beira-Rio

Redação, O Estado de S.Paulo

30 de maio de 2019 | 12h43

Depois de superar o Paysandu por 1 a 0, na noite de quarta-feira, no Mangueirão, em Belém, e assegurar sua classificação às quartas de final da Copa do Brasil, o Internacional agora se concentra apenas no Campeonato Brasileiro. O time fará mais três jogos, sendo dois em sua casa, antes da parada da competição motivada pela realização da Copa América em solo nacional. Com isso, espera aproveitar esta sequência para arrancar rumo ao G4 da tabela e se firmar entre os primeiros colocados.

Após o duelo que a equipe colorada fez contra o rival paraense, o vice-presidente de futebol do Inter, Roberto Melo, concedeu entrevista coletiva, na qual festejou o avanço na Copa do Brasil e projetou a conquista de nove pontos nas três próximas rodadas do Brasileirão. Os comandados do técnico Odair Hellmann voltam a campo no domingo, quando recebem o Avaí, no Beira-Rio, e depois terão pela frente o Vasco, em 7 de junho, no Rio, e o Bahia, em Porto Alegre, no dia 12.

"O que vale realmente é a classificação, que veio com duas vitórias, e este era um dos objetivos deste primeiro semestre. O outro era classificar na Libertadores. E classificamos em primeiro lugar no nosso grupo. Agora o outro objetivo é terminar o Campeonato Brasileiro entre os principais colocados, a gente tem três jogos para fazer isso e vamos buscar três vitórias. Objetivo a objetivo, a gente vai avançando na temporada para que lá no final a gente possa realmente alcançar os objetivos que são os mais importantes, que é a conquista de títulos", afirmou o dirigente.

O Inter ocupa hoje a sétima posição do Brasileirão, com dez pontos, e Roberto Melo deixou claro que o time deverá usar a sua força máxima à disposição nestes três próximos desafios do torneio nacional, antes de aproveitar o tempo de paralisação da Copa América para reabilitar e preservar jogadores que estão sofrendo fisicamente com a sequência de partidas.

"Para estes três jogos que temos pela frente, quem estiver em condições vai atuar. Odair definirá a melhor equipe. E, depois, temos de fazer esta parada ser boa. Recuperar os nossos atletas, descansá-los, e tentar qualificar a equipe para o segundo semestre para voltarmos ainda mais fortes", projetou Roberto Melo.

Ao comentar sobre os objetivos fixados para esta reta final do segundo semestre, Odair Hellmann destacou, em entrevista coletiva após o jogo com o Paysandu: "A gente vai ter um descanso na parada da Copa América. Mas ainda temos três jogos e queremos ficar o mais alto possível na tabela. A parada, vamos usar como no ano passado (quando o Brasileirão parou durante a Copa do Mundo). Vamos treinar com muita intensidade, com força. Temos de minimizar o processo de volta, para não perder o ritmo. Vamos trabalhar para voltar em um bom nível".

Já ao comentar sobre a metas a longo prazo, o treinador enfatizou que o mais importante é primeiro pensar apenas nos três próximos jogos. "Estamos classificados para as oitavas da Libertadores e classificamos às quartas da Copa do Brasil. Mas temos de nos preparar e dar um passo de cada vez. Não adianta visualizar lá na frente e tropeçar aqui. Concentração total nos próximos passos. Certamente, com esse nível de jogo e comprometimento, estamos mais próximos de passar de fase ou da vitória", enfatizou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.