Fabio Motta/AE
Fabio Motta/AE

Com 3 de Adriano, Flamengo goleia Inter e afasta crise

Equipe carioca ganha por 4 a 0 no Maracanã e impõe primeira derrota dos gaúchos no Campeonato Brasileiro

Leonardo Maia, Agencia Estado

21 de junho de 2009 | 20h51

Nada como uma goleada sobre um dos líderes do Campeonato Brasileiro para afastar o gosto amargo de uma goleada sofrida. Ainda mais quando a estrela do time brilha intensamente, como foi o caso de Adriano, autor de três gols na vitória do Flamengo por 4 a 0 sobre o Internacional, neste domingo, no Maracanã, pela sétima rodada do Brasileirão.

Veja também:

lista Baixe o papel de parede dos mascotes do Brasileirão

especialVisite o canal especial do Brasileirão

especialJogue o Desafio dos Craques

lista Brasileirão - Calendário

tabela Brasileirão - Classificação

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Subindo para a sexta posição na tabela, com 10 pontos, o Flamengo recupera a autoestima para o clássico do próximo domingo contra o Fluminense. Já os gaúchos, que não vencem há quatro partidas, vão de moral baixo para o confronto contra a LDU pela Recopa, apesar de manter a segunda colocação no Brasileiro, com 14 pontos.

Foi um primeiro tempo de sonhos para o pressionado time carioca. Com a torcida estendendo faixas de protestos, os donos da casa não demoraram a abrir o placar e evitar a inquietação dos torcedores. Aos 12 minutos, Willians roubou bola no meio-de-campo e passou a Ibson, que fez bom lançamento para Adriano. O atacante, em posição legal, venceu a linha de impedimento da zaga e entrou livre, matando o goleiro Lauro com um sutil toque por cobertura.

Sentindo muito os desfalques importantes, como os contundidos Taison, Bolívar, Magrão e D'Alessandro, além dos convocados Nilmar e Kléber, o Internacional pouco ameaçava. O equatoriano Bolaños, fazendo dupla com Alecsandro, teve estreia apagada.

Em contra-ataques ou em chegadas construídas desde o campo defensivo, o Flamengo era mais contundente e levava maior perigo. Aos 35 minutos, Leonardo Moura passou pela marcação e cruzou consciente para Ibson que, com um toque de calcanhar, deixou Emerson livre para ampliar com um chute de bico.

Ainda houve tempo para, nos acréscimos, o Imperador mostrar mais uma faceta de seu repertório. Em bela cobrança de falta, Adriano colocou a bola por sobre a barreira, no canto esquerdo de Lauro: 3 a 0.

Tite tentou mudar o Inter, colocando Leandrão e Glaydson nos lugares de Bolaños e Giuliano, mas as mudanças foram ineficazes. Os cariocas continuavam muito melhor posicionados em campo, promovendo boas inversões de jogada e abrindo espaços na defesa adversária.

Aos 20 minutos, Juan fez lindo lançamento para Leonardo Moura, que invadiu a área e foi derrubado por Glaydson. Adriano pegou a bola e refutou todas os pedidos de Juan que queria efetuar a cobrança. O atacante bateu bem e ampliou selando a vitória.

A partir daí, o Flamengo continuou melhor e sempre se mostrou mais perto de chegar ao quinto do que de sofrer o primeiro. Cuca ainda promoveu a reestreia de Petkovic, nos últimos dez minutos. Vitória para lavar a alma flamenguista e afastar a crise da Gávea, pelo menos por enquanto.

FLAMENGO 4 X 0 INTERNACIONAL

Flamengo - Bruno; Welinton, Ronaldo Angelim e Fabrício; Leonardo Moura (Fierro), Toró, Willians, Ibson (Petkovic) e Juan; Emerson e Adriano (Everton). Técnico: Cuca.

Internacional - Lauro; Danilo Silva, Índio e Álvaro; Marcelo Cordeiro, Sandro, Guiñazu, Andrezinho e Giuliano (Glaydson); Bolaños (Leandrão) e Alecsandro. Técnico: Tite.

Gols - Adriano, aos 12 e aos 46, e Emerson, aos 35 minutos do primeiro tempo. Adriano, aos 21 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Ronaldo Angelim, Fabrício, Bruno (Flamengo); Guiñazu, Sandro, Giuliano (Internacional).

Árbitro - José Henrique de Carvalho (SP).

Local - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.