EFE
EFE

Com 4 de Ronaldo e 3 de Benzema, Real faz 8 no Malmö e ameniza crise

Real Madrid havia sido eliminado na Copa do Rei

Estadão Conteúdo

08 de dezembro de 2015 | 19h57

Eliminado da Copa do Rei por escalação irregular e ainda se recuperando da goleada de 4 a 0 levada diante do arquirrival Barcelona em pleno Santiago Bernabéu, o Real Madrid precisava de uma vitória contundente para amenizar a crise. Nesta terça-feira, esse respiro veio com uma histórica goleada por 8 a 0 sobre o sueco Malmö, em Madri, pela última rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões. O clube espanhol já havia garantido o primeiro lugar.

Benzema, que está envolvido em polêmica na França por supostamente ter ajudado a chantagear um colega de seleção, conseguiu aliviar um pouco o mau momento marcando três gols. Nem assim ele foi o artilheiro do jogo, posto que ficou com Cristiano Ronaldo, autor de quatro gols. Kovacic completou a goleada.

O português chegou a 11 gols em seis jogos na fase de grupos da Liga dos Campeões e bateu recorde histórico do torneio europeu, que tem este formato desde a temporada 1992/1993. O próprio Cristiano Ronaldo, em 2013/2014, e o brasileiro Luiz Adriano, na temporada passada, haviam feito nove gols na fase de grupos. O português também se tornou o primeiro jogador do Real a fazer quatro gols num só jogo da Liga.

Benzema, por sua vez, chegou a cinco gols em dois jogos, uma vez que havia anotado dois diante do Getafe, no sábado, pelo Espanhol. Nesta terça-feira, ele abriu o placar num rebote aos 12 minutos e ampliou aos 24, de cabeça, após cruzamento de Cristiano Ronaldo.

O português fez o terceiro aos 39, de falta, contando com a ajuda do goleiro, pego no contrapé. Na segunda etapa, Ronaldo marcou aos 2 minutos, pegando sobra na área, e aos 5, completando cruzamento de Danilo. Aos 14, marcou seu quarto gol num intervalo de 20 minutos, completando jogada que começou no calcanhar de Benzema e teve sequência em bom cruzamento de Isco.

Kovacic quebrou a sequência Benzema/Ronaldo para anotar o sétimo, aos 25, enquanto o francês, três minutos depois, anotou o oitavo. O baile era tão grande que até o russo Cheryshev, escalado irregularmente na Copa do Rei (tinha que cumprir suspensão), entrou em campo.

De acordo com as estatísticas da Uefa, o Real teve 69 ataques perigosos durante a partida, dando 31 chutes a gol, sendo 15 na direção correta. O Malmö tentou apenas quatro finalizações.

SHOW DE LUCAS

No outro jogo do Grupo C nesta terça-feira, o brasileiro Lucas Moura resolveu. O ex-são-paulino ganhou uma chance no time titular do Paris Saint-Germain e marcou um gol e deu uma assistência na vitória por 2 a 0 sobre o Shakhtar Donetsk, no Parque dos Príncipes.

Ele abriu o placar aos 12 minutos do segundo tempo, completando, com um chute de fora da área, uma boa trama ofensiva do PSG, com a bola passando de pé em pé. Depois, aos 41, o brasileiro deu lançamento longo e deixou Ibrahimovic na cara do gol para fazer 2 a 0.

Com esses resultados, o Real Madrid terminou a fase de grupos com 16 pontos, enquanto o PSG avançou em segundo lugar, com 13. O Shakhtar Donetsk e o Malmö empataram em 13 pontos, mas a vaga na Liga Europa, destinada ao terceiro colocado, ficou com os ucranianos, que levaram a melhor no confronto direto - venceram por 4 a 0 em casa e perderam por 1 a 0 fora.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.