Lucas Uebel/ Grêmio FBPA
Lucas Uebel/ Grêmio FBPA

Com 94% de chance de cair, Grêmio enfrenta Red Bull Bragantino em busca de sobrevida no Brasileirão

Equipe de Bragança Paulista pensa na final da Sul-Americana e poupará atletas diante do vice-lanterna, que precisa da vitória para sonhar com permanência

Redação, O Estado de S.Paulo

16 de novembro de 2021 | 05h00

Com mais de 94% de chance de ter seu terceiro rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro confirmado, o Grêmio busca uma sobrevida diante do Red Bull Bragantino nesta terça-feira, às 18h, na Arena do Grêmio, pela 33ª rodada. Apesar de ter sido bancado pela diretoria, Vagner Mancini entra totalmente pressionado, ainda mais por ter um aproveitamento de apenas 28% no comando da equipe tricolor.

A média de corte para fugir do rebaixamento costuma ser de 45 pontos. Com 29, na penúltima colocação, o Grêmio teria que vencer cinco dos seus últimos sete jogos e empatar um. Ou seja, uma árdua missão para um time que triunfou apenas em oito oportunidades. A equipe gaúcha ainda soma cinco empates e 18 derrotas, quase completando um turno de resultados negativos.

A derrota por 3 a 1 diante do América Mineiro rendeu críticas da diretoria ao esquema montado por Vagner Mancini. Apesar de estar, até então, seguro no cargo, o treinador se vê com obrigação de deixar a equipe com a 'cara do Grêmio', como disse Diego Abrahão, vice de futebol, em recente entrevista.

Se tudo isso não bastasse, o Grêmio não poderá contar com a presença de sua torcida no momento mais importante do clube na temporada. Os torcedores da equipe tricolor estão proibidos de entrar na Arena, até mesmo como visitantes, por causa da confusão causada após a derrota diante do Palmeiras.

Para o duelo desta terça-feira, Vagner Mancini terá que seguir lutando contra os desfalques. O zagueiro Kannemann voltou a sentir dores no quadril, desfalcou o time contra o América Mineiro e dificilmente terá condições de atuar frente ao Bragantino.

"Kannemann está há um bom tempo jogando no sacrifício, uma dor difícil de ser diagnosticada antes do jogo porque depende muito do que faz no dia. Às vezes, está muito bem, às vezes, precisa tomar injeção até no treinamento. Às vezes, ele precisa de tempo de recuperação e, como estamos em sequência, a gente nunca sabe. Ele precisa e vai fazer uma intervenção", explicou Mancini.

Já o zagueiro Ruan e o volante Lucas Silva ainda serão reavaliados. Ambos reclamaram de problemas físicos após o jogo contra o América. Caso não apresentem condições, seus lugares deverão ser ocupados por Rodrigues e Thiago Santos, respectivamente. A lista de desfalques só aumenta, ainda mais com o goleiro Gabriel Chapecó, o meia Villasanti e o atacante Borja jogando por suas seleções nas Eliminatórias para a Copa do Mundo, além de Douglas Costas, entregue ao departamento médico.

COM OS RESERVAS

O Red Bull Bragantino entra em campo nesta terça-feira, mas seu foco já está na final da Copa Sul-Americana. No próximo sábado, o time enfrenta o Athletico-PR no Estádio Centenário, em Montevidéu, no Uruguai. Não é a toa que o técnico Maurício Barbieri vai preservar os titulares em Porto Alegre (RS).

"Temos esse jogo contra o Grêmio. A tendência é que eu dê descanso a alguns jogadores. Pode ser que a gente veja um time um pouco modificado em relação ao time do ultimo jogo. Mas vamos encarar com a máxima seriedade, como temos feito sempre, depois vamos focar exclusivamente na grande final", disse Barbieri após a vitória sobre o Fortaleza, por 3 a 0, no último sábado.

Cientes da ideia do treinador em poupar os titulares contra o Grêmio, o goleiro Cleiton e o volante Jadsom Silva receberam o terceiro cartão amarelo e cumprem suspensão automática. Já o meia Eric Ramires se reapresentou com dores no posterior da coxa. Júlio Cesar, de contrato renovado, será o goleiro.

Na quarta colocação do Brasileirão, com 52 pontos, o Red Bull Bragantino corre o risco de cair para o sexto lugar em caso de um tropeço diante do Grêmio, ameaçado pelo rebaixamento.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO X RED BULL BRAGANTINO

GRÊMIO - Brenno; Vanderson, Pedro Geromel, Rodrigues e Bruno Cortez; Thiago Santos, Matheus Sarará e Alisson; Ferreira, Diego Souza e Elias. Técnico: Vagner Mancini.

RED BULL BRAGANTINO - Júlio César; Weverton, Léo Realpe, Natan e Weverson; Emiliano Martínez, Luciano e Pedrinho; Alerrandro, Cuello e Bruninho. Técnico: Maurício Barbieri.

ÁRBITRO - Caio Max Augusto Vieira (RN).

HORÁRIO - 18h.

LOCAL - Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.