Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Com a cabeça na Libertadores, Corinthians usa time misto para enfrentar a Inter

Técnico Tiago Nunes projeta equipe pensando em reverter o revés para o Guaraní-PAR na próxima quarta-feira

Redação, O Estado de S.Paulo

09 de fevereiro de 2020 | 07h01

O Corinthians vai enfrentar a Inter de Limeira pela quinta rodada do Campeonato Paulista com a cabeça em um compromisso bem mais complicado - e importante. Neste domingo, às 16 horas, em Itaquera, uma formação mista será mandada a campo por Tiago Nunes porque vários titulares serão poupados para o jogo de volta contra o Guaraní-PAR pela segunda fase preliminar da Copa Libertadores.

A derrota por 1 a 0 em Assunção, na quarta-feira, deu um ar dramático ao segundo duelo contra os paraguaios, na próxima quarta. Um empate será suficiente para acabar muito precocemente com o sonho corintiano de conquistar em 2020 o título sul-americano pela segunda vez - o que seria um desastre para o clube, inclusive por razões financeiras. Não por acaso, a partida da Libertadores tem prioridade total no Corinthians.

O time que vai enfrentar a Inter terá vários reservas, como o volante Gabriel, que atuará na vaga de Camacho. Embora esteja consciente de que o jogo contra o Guaraní é muito mais valioso, o jogador acredita que ele e seus companheiros precisam fazer um esforço para esquecer ao menos por 90 minutos a Libertadores e se concentrar no Campeonato Paulista.

"Na quarta-feira será uma decisão, pelo caráter de mata-mata, mas temos o jogo no domingo, temos de respeitar a Inter", disse Gabriel. "Eles ganharam da Ponte Preta e do Bragantino, temos de estar atentos. Esse jogo pode definir algo para quarta, é buscar fazer o melhor e, em casa, imprimir um ritmo forte do começo ao fim."

O que o volante espera neste domingo é fazer uma atuação de alto nível para convencer Tiago Nunes de que merece ser titular contra a equipe do Paraguai. Nessa situação estão também os outros reservas que vão enfrentar a Inter, como o atacante Vagner Love e o meia Mateus Vital.

Para Entender

Campeonato Paulista: grupos, premiação e muito mais

Confira as principais informações do Paulistão, um dos Estaduais mais disputados do futebol brasileiro

Cássio, Gil, Sidcley, Cantillo e Everaldo deverão ser os titulares corintianos que vão jogar neste domingo. Todos eles estão em boa situação física, por isso a comissão técnica acredita que não há motivos para poupá-los. No caso de Sidcley, há outro motivo: ele não jogou bem em Assunção e corre enorme risco de perder a vaga para Lucas Piton na partida da próxima quarta.

No torneio estadual, o Corinthians vem de uma ótima atuação. No domingo passado, o time venceu o clássico contra o Santos por 2 a 0, um placar que poderia ter sido ainda mais folgado, já que a superioridade corintiana foi grande. Janderson, que foi expulso após marcar o segundo gol do triunfo sobre o rival, vai cumprir suspensão contra a Inter.

Na equipe de Limeira, o fato de o Corinthians jogar com uma formação mista não é motivo para comemoração. Segundo o técnico Elano, a partida será complicada de qualquer maneira, mas ele garante que nem por isso vai colocar a Inter para jogar na retranca em São Paulo.

"Não existe hora boa para enfrentar o Corinthians. Dentro de casa é um time muito forte, é um gigante do futebol brasileiro. Vamos respeitá-los, mas em algum momento temos de ter coragem, porque senão não vamos conseguir nada."

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS X INTER DE LIMEIRA

CORINTHIANS - Cássio; Michel Macedo, Bruno Méndez, Gil e Sidcley; Gabriel, Cantillo, Madson, Mateus Vital e Everaldo; Vagner Love. Técnico: Tiago Nunes.

INTER DE LIMEIRA - Rafael Pin; Elácio Cordoba, João Victor, Bruno Oliveira e Lucas Balardin; Marquinhos, Geovane, Murilo Rangel e Thomaz; Lucas Braga e Tcharlles. Técnico: Elano.

ÁRBITRO - Raphael Claus.

HORÁRIO - 16h (horário de Brasília).

LOCAL - Arena Corinthians, em São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.