Com a cabeça no Corinthians, Vasco pega o Atlético-GO

Todos no Vasco estão mais do que satisfeitos com a campanha do time na Copa do Brasil. Na próxima quarta-feira, o confronto contra o Corinthians pelas semifinais não sai da cabeça do técnico Dorival Junior. Há um preço a se pagar, porém. A equipe acaba sem tempo para treinar e não pode se dedicar integralmente à Série B, pela qual enfrenta o Atlético Goianiense neste sábado, às 16h10, em São Januário.

LEONARDO MAIA, Agencia Estado

23 de maio de 2009 | 08h25

Dorival, então, apela para as conversas para tentar corrigir os erros do time, que, segundo o técnico, ainda são muitos e precisam diminuir. ?No jogo com o Vitória (que classificou o Vasco para as semifinais), o número de erros foi bem superior ao de acertos. Enquanto muitos ficam satisfeitos com uma classificação, você precisa estar alerta?, ponderou Dorival.

E, pelo menos no discurso, o técnico cruzmaltino coloca o adversário de logo mais quase no mesmo patamar dos paulistas, no que diz respeito a ser uma das equipes que darão trabalho nesta Segunda Divisão. ?O Atlético tem um conjunto muito bom, um elenco que se conhece há muito tempo. Mais uma vez disputou o título goiano este ano. Será uma das seis equipes que vão brigar pelo título (da Série B)? elogiou o comandante vascaíno.

No treino desta sexta, Dorival mostrou que irá cumprir a promessa feita um dia antes de manter a equipe titular para a partida contra os goianos, apesar da decisão de quarta contra o Corinthians. Ele formou a equipe com todos os seus titulares no momento, inclusive com Rodrigo Pimpão, que ficou no banco de reservas contra o Vitória por conta de dores no joelho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.