Com acesso garantido, Goiás perde para Brasil de Pelotas no Serra Dourada lotado

Derrota deixa clube goiano em quarto lugar, com 60 pontos, não atingindo seu objetivo de ser vice-campeão

Estadao Conteudo

24 de novembro de 2018 | 19h22

Mesmo com as arquibancadas do Serra Dourada lotadas para festejar o acesso já garantido de forma antecipada, o Goiás decepcionou ao perder para o Brasil de Pelotas por 1 a 0, neste sábado, em jogo válido pela 38.ª rodada, a última do Campeonato Brasileiro da Série B.

A derrota deixou o Goiás em quarto lugar, com 60 pontos, não atingindo seu objetivo final que era ser vice-campeão. De qualquer forma, o time goiano voltará à elite em 2019, quatro anos após sua queda em 2015. Neste jogo, utilizou uma camisa especial, uma réplica do uniforme usado em 1973, na primeira aparição do time na elite nacional. Já o Brasil terminou a Série B com 50 pontos, em 11.º lugar.

O time gaúcho começou a partida em velocidade. Na saída de bola, em três passes chegou na grande área com Wallace Pernambucano. Ele caiu pelo lado esquerdo e cruzou forte. O goleiro Tiago Cardoso ainda resvalou na bola que sobrou para Diego Miranda, que bateu de primeira para as redes, aos 21 segundos. Ainda sob o impacto do primeiro gol, o Brasil quase ampliou aos cinco minutos com um chute forte de Rafael Gava defendido em dois tempos por Tiago Cardoso.


O gol tirou a calma do Goiás, a ponto de uma discussão entre Alex Silva e Alex Ruan render cartões amarelos para ambos. Em seguida, também foram amarelados Giovanni, pelo Goiás, e Welinton Júnior, pelo time gaúcho. Aos poucos, porém, o cenário do jogo mudou, com maior volume do Goiás e o visitante priorizando a marcação em seu campo.


Quase saiu o empate aos 16 minutos, em um chute de fora da área de Alex Silva. A bola saiu forte, houve a defesa parcial de Marcelo Pitol com a mão trocada e a bola explodindo no travessão. Depois, apenas assustou aos 35 minutos, quando Ernandes invadiu a área pelo lado esquerdo e cruzou forte. A bola tocou na cintura de Lucão e saiu.


O jogo começou a mudar aos 38 minutos, quando Alex Ruan fez falta dura, recebeu o segundo amarelo e acabou expulso, deixando o time gaúcho com um jogador a menos. Rapidamente, Rogério Zimmermann sacrificou o atacante Wallace Pernambucano para a entrada do lateral-esquerdo Bruno Collaço.


Aos 42 minutos, João Afonso soltou a bomba de longe e a bola passou perto, arrancando suspiros da torcida. Aos 48, também de longe, Giovanni chutou no alto e Pitol mandou a escanteio.


O segundo tempo começou com o Goiás em cima. Aos cinco minutos, após levantamento, David Duarte cabeceou e Marcelo Pitol saltou para mandar a escanteio. O próprio zagueiro David Duarte foi expulso aos 18 minutos após entrada violenta sobre Welinton Junior. Com isso, deixou o Goiás também com dez jogadores. O técnico Ney Junior tirou o volante Gilberto para a entrada do zagueiro Edcarlos.


Apesar do volume, o Goiás não conseguiu encontrar o caminho para as infiltrações, muito menos para as finalizações. E, aberto, ainda sofreu dois contra-ataques perigosos, aos 21 e aos 27, quando Lourecny desperdiçou chances para ampliar.


O Goiás só criou uma chance, em jogada individual de Michael, que limpou um zagueiro e chutou forte para Pitol espalmar, aos 37 minutos. Muito pouco para entusiasmar a sua torcida, que ao menos pôde celebrar o acesso, conquistado antecipadamente.


FICHA TÉCNICA

GOIÁS 0 X 1 BRASIL DE PELOTAS


GOIÁS - Tiago Cardoso; Alex Silva, David Duarte, Victor Ramos e Ernandes; Gilberto Jr (Edcarlos), João Afonso (Jefferson) e Giovanni; Michael, Rafinha (Robinho) e Lucão. Técnico: Ney Franco.


BRASIL DE PELOTAS - Marcelo Pitol; Éder Sciola, Leandro Camilo, Heverton e Alex Ruan; Leandro Leite, Rafael Gava (Sousa), Welinton Jr (Toty) e Diego Miranda; Lourency e Wallace Pernambucano (Bruno Collaço). Técnico: Rogério Zimmermann.


GOL - Diego Miranda, aos 21 segundos do primeiro tempo.


ÁRBITRO - Marielson Alves Silva (BA).


CARTÕES AMARELOS - Alex Silva, Giovanni, David Duarte, Victor Ramos e Gilberto Jr (Goiás). Alex Ruan, Leandro Leite, Marcelo Pitol, Sousa e Welinton Junior (Brasil).


CARTÕES VERMELHOS - David Duarte (Goiás). Alex Ruan (Brasil)


RENDA - R$ 367.610,00.


PÚBLICO - 30.305 pagantes (32.036 total)


LOCAL - Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.