Divulgação
Divulgação

Com Adauto como vice, Paulo Garcia lança candidatura no Corinthians

Oposicionista é o quinto candidato ao pleito e contará com dois atuais dirigentes do clube para tentar ganhar a eleição

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

13 de dezembro de 2017 | 16h46

O empresário Paulo Garcia será o quinto candidato à presidência do Corinthians. Uma reunião nesta quarta-feira selou o acordo e o oposicionista contará na chapa com Flávio Adauto e Emerson Piovesan, diretor de futebol e financeiro, respectivamente, da atual diretoria.

+ Corinthians renova contrato com fornecedora de material esportivo

+ Após fazer história no Corinthians, Kazim pode ser negociado

Adauto e Piovesan conversaram com Roberto de Andrade para comunicá-lo que fariam parte da campanha de Garcia. Mesmo assim, o atual presidente pediu para que ambos continuem na diretoria até o fim do mandato. Adauto, inclusive, tem participado ativamente da busca por reforços para a próxima temporada.

A eleição ocorrerá no dia 3 de fevereiro. Embora saia como oposicionista, Paulo Garcia tem bom relacionamento com a atual diretoria, inclusive indicando nomes para cargos. Um dirigente que deixou o cargo recentemente em decorrência da eleição é Luiz Alberto Bussab, diretor jurídico. Ele fará parte da campanha do candidato Felipe Ezabella.

Além de Ezabella e Paulo Garcia, outros candidatos garantidos no pleito são Antônio Roque Citadini, Romeu Tuma Júnior e Andrés Sanchez. Osmar Stabile chegou a anunciar a candidatura, mas retirou-a e decidiu apoiar Citadini.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Corinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.