Marcio Fernandes/Estadão - 6/11/2013
Marcio Fernandes/Estadão - 6/11/2013

Com ajuda de parceiro, Palmeiras deve manter Leandro

Fundo de investimento vai gastar cerca de R$ 16 milhões para deixar jogador no clube paulista

Daniel Batista, Agência Estado

07 de janeiro de 2014 | 20h49

SÃO PAULO - O prazo para o Palmeiras exercer o direito de compra ou renovação de empréstimo do atacante Leandro acabava nesta terça-feira. Mas, na última hora e após muitas negociações, a diretoria palmeirense conseguiu que um fundo de investidores compre o jogador e a tendência é que ele continue no clube.

Assim, por cerca R$ 16 milhões, tudo parece certo para que Leandro fique no elenco palmeirense. O parceiro vai comprá-lo do Grêmio e repassar ao Palmeiras. Para o acordo ser sacramentado, resta que o clube acerte os salários com o atacante, o que não deve ser problema.

Leandro era esperado na reapresentação do Grêmio nesta quarta-feira, mas sequer viajou para Porto Alegre. E o Palmeiras já dava como certa sua saída, tanto que contratou Diogo e Rodolfo como opções para o ataque, mas o caso sofreu uma reviravolta.

Quem também está próximo do acerto são o lateral-esquerdo William Matheus e os zagueiros Lúcio e Victorino. O trio fez exames médicos nesta terça-feira e aguarda apenas a solução de alguns problemas burocráticos para ter a contratação oficializada. Quanto ao meia Bruno César, o Al Ahli promete responder até o fim da semana se aceita a proposta palmeirense - entre o jogador e o Palmeiras já está tudo certo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasLeandro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.