Com ânimo novo, Flamengo pega a Portuguesa no Ceará

Com ânimo renovado, após golear e eliminar o Botafogo da Copa do Brasil (4 a 0, na última quarta-feira), o Flamengo não quis saber de poupar titulares para o confronto deste domingo contra a Portuguesa, às 16 horas (de Brasília), na Arena Castelão, em Fortaleza, pela 31.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O técnico Jayme de Almeida disse que a euforia do meio de semana já faz parte do passado e quer o time voltado para o outro objetivo deste fim de ano: somar mais alguns pontos para ver o Flamengo livre do risco de rebaixamento.

AE, Agência Estado

27 de outubro de 2013 | 07h52

Se o time rubro-negro obtiver duas vitórias nos 8 jogos que lhe restam, estará folgado com relação à ameaça de descenso. A iniciativa de escalar os titulares surpreendeu alguns torcedores do Flamengo. Isso porque na semana passada, contra o Atlético Mineiro, atuou pelo Brasileirão com um time misto. Estava de olho no confronto contra o Botafogo, que decidiu vaga para a semifinal da Copa do Brasil.

"Fizemos um jogo intenso contra o Botafogo, mas está todo mundo inteiro. A Copa do Brasil agora é só na quarta-feira, a gente tem que estar preocupado e voltar nossa cabeça para o Brasileiro. Não estamos em situação de conforto, não há nenhum conforto", disse Jayme de Almeida. Ele reiterou que vários clubes estão na briga para fugir do rebaixamento e que o Flamengo só se dará por satisfeito quando estiver totalmente ileso. "A disputa é intensa, todos os times estão querendo sair dessa situação. O Flamengo faz parte desse grupo, não está confortável, precisa pontuar".

Embora haja o desgaste da viagem até Fortaleza, de onde a delegação deve seguir para Goiânia, local da partida de quarta contra o Goiás, pela Copa do Brasil, Jayme de Almeida gostou da opção da Portuguesa pela Arena Castelão. Espera contar com o apoio maciço da torcida flamenguista que mora no Ceará. "Vamos nos sentir em casa", declarou.

O técnico pode contar com a volta do lateral-esquerdo João Paulo, recuperado de contusão. André Santos atuará no meio, na vaga de Carlos Eduardo, que está suspenso e passa por má fase técnica e física. Na última sexta, o goleiro Felipe sofreu torção no joelho esquerdo e, por isso, pode ceder a vaga para Paulo Victor.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoFlamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.