Com ânimo renovado, Chapecoense espera pontuar contra o Santos na Vila Belmiro

Vinicius Eutrópio tem dúvida no comando do ataque entre Túlio de Melo e Wellington Paulista

Estadão Conteúdo

19 de julho de 2017 | 07h26

A vitória por 2 a 0 em cima do São Paulo no último final de semana deu a tranquilidade que a Chapecoense buscava no Campeonato Brasileiro. Agora mais distante da zona de rebaixamento, o time do técnico Vinícius Eutrópio quer seguir o caminho das vitórias diante do Santos, nesta quarta-feira, às 19h30, pela 15.ª rodada. Mesmo jogando no estádio da Vila Belmiro, em Santos, os catarinenses pensam em pontuar.

Com 18 pontos, a Chapecoense vê o Botafogo, atual sexto colocado, com 22, o que lhe credencia a pelo menos sonhar com as primeiras posições da tabela de classificação. No momento, o time está mais perto do G6 - o grupo da Copa Libertadores - do que da zona de rebaixamento, uma vez que o Avaí, primeiro na degola, tem 13 pontos.

Mas Vinícius Eutrópio deve ter algumas mudanças em relação ao time que venceu o São Paulo. O volante Andrei Girotto recebeu o terceiro cartão amarelo e está automaticamente suspenso, justamente no mesmo momento em que Arthur volta a ficar à disposição.

A principal dúvida está no ataque entre Túlio de Melo, que marcou um dos gols, ou Wellington Paulista, que estava suspenso mas vinha sendo o titular. Mas a sua saída coincidiu com seu pior momento na temporada: são 10 jogos sem marcar gol. Túlio de Melo, pelo contrário, entrou no lugar de Perotti no segundo tempo e marcou o primeiro gol da vitória sobre o São Paulo. Vinícius Eutrópio deve levar a dúvida até minutos antes do início do jogo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.