Marcelo Sadio/Divulgação
Marcelo Sadio/Divulgação

Com apenas um volante, Doriva promete Vasco ofensivo contra o Bangu

Técnico escala quatro meias e Gilberto no comando do ataque

Estadão Conteúdo

27 de fevereiro de 2015 | 19h30

O técnico Doriva confia em um esquema bastante ofensivo para fazer o Vasco furar a provável retranca do Bangu no duelo deste sábado, em São Januário, pelo Campeonato Carioca. Ele escalará somente um volante no meio de campo, acompanhado de quatro meias, com o atacante Gilberto completando o sistema ofensivo.

Para o treinador, esta formação é capaz de dar trabalho ao Bangu, mas precisa de paciência. "Em jogos assim, temos de estar preparados para lidar com uma estratégia mais defensiva, e sabemos que é difícil furar o bloqueio. Por isso, é preciso tranquilidade, temos que trabalhar bem a bola e sermos agressivos", declarou.

Apesar de prever um Bangu defensivo, Doriva mostrou respeito ao adversário e reconheceu sua boa campanha, uma vez que é o oitavo colocado, com oito pontos, e briga por uma das vagas nas semifinais. "O Bangu é um time bem equilibrado e pode surpreender."

A única lamentação do treinador é a ausência de um dos principais líderes do Vasco: o volante Guiñazu, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. "Sem o Guinãzú, nós perdemos o poder de marcação, mas temos que nos defender como equipe e ficar mais tempo com a bola. Só que jogar assim exige mais de todos e desgasta. Para isso, precisamos estar preparados fisicamente e atentos o tempo todo."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVascoDoriva

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.