Paulo Whitaker / Reuters
Paulo Whitaker / Reuters

Com Arana perto do adeus, Corinthians está de olho em três laterais

Reinaldo, Diogo Barbosa e Zeca estão na mira da diretoria alvinegra

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

10 Novembro 2017 | 07h01

O Corinthians  já projetar mudanças no elenco para a próxima temporada e uma delas deve ocorrer na lateral-esquerda. Guilherme Arana tem sido sondado por vários clubes da Europa e o Sevilla é quem demonstra maior disposição para levá-lo em janeiro. Necessitando do dinheiro, a diretoria corintiana trabalha com a possibilidade de negociá-lo e, em seu lugar, monitora as situações de Zeca, Reinaldo e Diogo Barbosa.

+ Jô promete 'fiscalizar' corintianos que falarem em título antes da hora

Teoricamente, a chance maior de negócio envolve Reinaldo. O lateral está na Chapecoense, mas ainda pertence ao São Paulo, que tem interesse na contratação do goleiro Walter. Existe a possibilidade dos clubes efetuarem uma troca de jogadores, que pode ser por empréstimo ou em definitivo. Os dirigentes ficaram de voltar a conversar sobre o assunto em breve.

Quanto a Zeca, do Santos, e Diogo Barbosa, do Cruzeiro, o problema maior é com a forte concorrência. Zeca entrou na Justiça contra o time alvinegro e vários clubes já manifestaram interesse em sua contratação. A diretoria santista para não perdê-lo de graça, tenta utilizá-lo como moeda de troca e esse pode ser um caminho para o Corinthians

+ Walter tem lesão grave e Corinthians pode pedir a volta de Cássio

Quanto a Diogo Barbosa, ele está emprestado ao Cruzeiro, mas pertence ao Botafogo, que espera aproveitar o bom desempenho dele no Campeonato Brasileiro para tentar vendê-lo. Neste caso, o Corinthians teria que utilizar o dinheiro que deverá receber da venda de Guilherme Arana ou ficaria distante de um acerto.

+ Podcast Corinthians: Dia de mais um destaque improvável?

Para levar Arana, o Sevilla está disposto a pagar 10 milhões de euros (R$ 38 milhões). O Corinthians tem 40% dos direitos econômicos do atleta e os outros 60% pertencem a empresários. Com dificuldades financeiras, o clube já admite a possibilidade de negociar um de seus principais jogadores.

A comissão técnica entende que a saída de Arana obriga a chegada de um jogador para ser titular. Moisés deve ser negociado. Guilherme Romão, garoto da base e que está emprestado para o Oeste, pode ser reintegrado para ficar como opção no banco de reservas.

 

Mais conteúdo sobre:
CorinthiansGuilherme Arana

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.