Flickr Oficial / CSA
Flickr Oficial / CSA

Com Argel em alta, CSA aposta na torcida para buscar a reabilitação no Brasileiro

Pretendido pelo Ceará, treinador foi assegurado no cargo e segue na missão de tirar o time alagoano da zona do rebaixamento

Redação, Estadao Conteudo

06 de outubro de 2019 | 15h59

Depois de assegurar a permanência do técnico Argel Fucks para a próxima temporada, o CSA volta suas atenções para o confronto direto na luta contra a degola diante do Avaí, neste domingo, às 19 horas, no estádio Rei Pelé, pela 23.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

De contrato prorrogado até dezembro de 2020 depois de ter recebido uma proposta do Ceará no início da semana, o treinador convocou a torcida para comparecer em peso neste duelo.

"É fundamental a gente prevalecer o ambiente que tem dentro de casa, a atmosfera, o torcedor acreditar. Foram quase 13 mil pessoas no jogo passado, contra o Ceará, agora novamente precisamos de 15 mil pessoas lá incentivando, jogando junto. A gente precisa criar esse clima, ter esta interatividade entre equipe e torcedor", destacou Argel.

A partida realmente é importante para as pretensões do CSA, que não deixa a zona de rebaixamento nem mesmo em caso de vitória. Após duas derrotas seguidas, o time caiu para o 18.º lugar, com 19 pontos, três a mais do que o Avaí.

A tendência é que Argel não realize mudanças em relação ao time que perdeu para o Santos, por 2 a 0. Antes foi goleado pelo Palmeiras, por 6 a 2. Recuperados após deixarem o campo no último fim de semana lesionados, o lateral-esquerdo Carlinhos e o zagueiro Alan Costa treinaram normalmente.

Sem trabalhar durante a semana após torcer o tornozelo durante o treino do último sábado, o experiente Didira não deve ir para o jogo. Já o meia Euller sentiu dores na panturrilha e preocupa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.