Sérgio Castro/AE
Sérgio Castro/AE

Com ataque reserva, Palmeiras tenta manter invencibilidade

Equipe joga fora de casa contra o Guaratinguetá às 19h10 deste sábado pela 15.ª rodada do Campeonato Paulista

Juliano Costa - Jornal da Tarde,

20 de março de 2009 | 23h23

SÃO PAULO - Com 11 vitórias e três empates em 14 partidas disputadas, o Palmeiras está muito perto de garantir a classificação antecipada para as semifinais do Paulistão. Por isso, poderia sofre um relaxamento natural nas últimas rodadas. Mas os palmeirenses entram em campo neste sábado, para enfrentar o Guaratinguetá, a partir das 19h10, fora de casa, dispostos a manter a invencibilidade no campeonato, sem, no entanto, transformar isso numa obsessão. A partida terá acompanhamento online do estadao.com.br e transmissão ao vivo pela rádio Eldorado/ESPN, também no FM 107,3.

Veja também:

linkCleiton Xavier assume papel de destaque no Palmeiras

tabela Campeonato Paulista - Tabela e resultados

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

O discurso do técnico Vanderlei Luxemburgo para a imprensa e para os jogadores é de que derrotas podem acontecer, são normais, principalmente quando não se tem sua dupla de ataque titular, como acontecerá no jogo deste sábado, já que Keirrison e Willians estão suspensos. Por isso mesmo, ele não quer que os substitutos Lenny e Ortigoza entrem em campo pressionados.

"Mas a história será diferente depois que nos classificarmos", disse Luxemburgo. "Aí, se ainda estivermos invictos, passará a se tornar quase uma obrigação não perder nas semifinais e finais para ser campeão", explicou o treinador, que já conquistou o Paulistão oito vezes na carreira, mas nunca de forma invicta. "Naquela campanha de 1996 tivemos só uma derrota, para o Guarani".

Guaratinguetá
Jaílson; Alê, Nino, Édson Rocha e Gil; Careca, Célio, Magal e Nenê; Wellington Amorim e Ricardinho
Técnico: Márcio Araújo
Palmeiras
Bruno; Wendel, Maurício Ramos, Danilo e Pablo Armero; Pierre, Sandro Silva, Cleiton Xavier e Diego Souza; Lenny e Ortigoza
Técnico: Vanderlei Luxemburgo
Árbitro: Vinicius Furlan

Estádio: Prof. Dário Rodrigues Leite, em Guaratinguetá (SP)

Horário: 19h10

Rádio: Eldorado/ESPN - AM 700 FM 107,3

TV: SporTV

O último campeão paulista invicto foi justamente o Palmeiras, em 1972 - tempos da Academia de Leão, Luís Pereira, Dudu, Ademir da Guia e Leivinha. A referência histórica é muito forte, mas Luxemburgo adverte que os tempos são outros. Contando semifinais e finais, seriam nove jogos pela frente para uma conquista perfeita, sem derrotas. "É claro que seria ótimo ser campeão invicto, mas hoje em dia é complicado. Não é fácil conseguir isso", admitiu o treinador.

O treinador do Palmeiras citou a antiga "Taça dos Invictos", criada pelo extinto jornal A Gazeta Esportiva na metade do século passado. "Era algo bacana ver a luta dos times para se manterem invictos, mas não trabalhamos visando esse objetivo. O primeiro passo é classificar em primeiro e depois buscar o título", avisou Luxemburgo.

"O importante é não perder o foco e lutar para garantir o primeiro posto, que nos dará vantagem na fase final", lembrou Luxemburgo, que terá força máxima neste sábado - com exceção dos suspensos Willians e Keirrison e também do contundido Fabinho Capixaba, que dá lugar a Wendel na lateral-direita. "Mas é claro que vamos aproveitar estes próximos jogos para fazer alguns testes."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.