JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Com aval de Cuca, Palmeiras encaminha negociação de meia com o Barcelona

Equipe B do clube catalão quer levar Vitinho, de 19 anos, por empréstimo durante um ano, em tratativa que já está avançada

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

22 de junho de 2017 | 07h00

O diretor de futebol do Barcelona, Raul Sanllehí, está no Brasil para conversar com o Palmeiras sobre o possível empréstimo do meia Vitinho ao time B do clube. O jogador de 19 anos tem sido pouco utilizado pelo técnico Cuca e pode render ao Alviverde cerca de R$ 5,5 milhões pelo contrato de uma temporada, com a fixação de um valor para a possível aquisição definitiva ao fim do período.

O Barcelona B vai disputar na próxima temporada a segunda divisão espanhola. A conversa encaminhada entre Palmeiras e o clube catalão pelo jogador repete os moldes da negociação feita por Marlon, ex-Fluminense, no ano passado. O zagueiro se juntou ao time espanhol também pelo plantel secundário e depois se juntou à equipe principal.

A informação do interesse por Vitinho foi publicado pela rádio catalão RAC1. O meia de 19 anos tem neste ano quatro partidas disputadas e um gol marcado, no amistoso com a Chapecoense, em janeiro. Vitinho passou recentemente por um trabalho de reforço muscular no clube para melhorar o rendimento físico. A estreia dele no time profissional foi em 2016.

Nesta quarta-feira, após vitória sobre o Atlético-GO, pelo Brasileiro, o técnico Cuca defendeu a negociação. "Eu acho ótimo para o jogador e para o clube. Como não temos um time B, ele não consegue jogar. Já se ele vai para fora, pode ficar, o que é ótimo, e se voltar, estará mais experiente para nos ajudar", afirmou o treinador. Vitinho ficou na reserva na partida e não foi acionado.

O dirigente do Barcelona está em viagem ao Brasil para uma série de compromissos, como uma visita a Neymar. Sanllehí tem boa relação com o Palmeiras, com quem negociou, por exemplo, a prioridade de compra do zagueiro colombiano Yerry Mina. O dirigente também esteve no Allianz Parque no ano passado para acompanhar uma partida de Gabriel Jesus pela equipe principal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.