Alexandre Vidal/Flamengo
Alexandre Vidal/Flamengo

Com baixas, Flamengo encara o Athletico-PR de olho na vice-liderança

Técnico Rogério Ceni não terá Rodrigo Caio, Diego Alves, machucados, e Bruno Henrique e Renê, suspensos

Redação, Estadão Conteúdo

24 de janeiro de 2021 | 13h50

A vitória sobre o Palmeiras, no estádio Mané Garrincha, deu um ânimo novo ao Flamengo, que voltou a ter confiança na disputa pelo topo do Campeonato Brasileiro. Para manter essa sensação, precisará superar o Athletico-PR, na Arena da Baixada, às 16 horas deste domingo, em jogo válido pela 32.ª rodada.

O Flamengo, porém, terá baixas no Paraná. O técnico Rogério Ceni terá de fazer algumas mudanças no time que derrotou o Palmeiras em Brasília. O zagueiro Rodrigo Caio passou por exames que detectaram lesão no músculo adutor da coxa direita. O substituto deve ser Gustavo Henrique, que entrou durante o último jogo.

Além dele, Diego Alves é outra baixa importante. De acordo com o Flamengo, o goleiro "segue no processo gradual de recuperação, com fisioterapia e trabalhos específicos". Ele faz trabalhos separado do elenco para superar problemas na coxa desde o ano passado. E Hugo Souza continuará defendendo a meta rubro-negra.

Além das baixas médicas, há também outros problemas. Bruno Henrique e Renê estão suspensos em razão do terceiro cartão amarelo. Para o lugar do atacante, Ceni garante que não usará Pedro, por não achar que nem ele, nem Gabigol, têm a característica de jogar pelo lado, o que deve render uma oportunidade a Vitinho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.