Érico Leonan/Divulgação
Érico Leonan/Divulgação

Com baixas na defesa, São Paulo relaciona 3 goleiros e Edson Silva

Doriva não terá Ceni, Breno, Luiz Eduardo e Carlinhos em Minas

Estadão Conteúdo

07 Novembro 2015 | 17h57

Com várias baixas no sistema defensivo, o São Paulo encerrou neste sábado a preparação para o duelo com o Cruzeiro, domingo, no Mineirão, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, numa partida em que não poderá contar com vários jogadores do seu sistema defensivo.

O técnico Doriva relacionou 21 jogadores para o confronto e não utilizará mais uma vez com o goleiro Rogério Ceni, que se recupera de uma ruptura do ligamento tíbio-fibular do pé direito. Denis será mais uma vez o seu substituto, mas Doriva dessa vez relacionou mais dois goleiros: Renan Ribeiro e Léo.

O São Paulo também não terá os zagueiros Breno (artroscopia no joelho direito) e Luiz Eduardo (dores no joelho esquerdo). Diante do Cruzeiro, a dupla de zaga titular será formada por Rodrigo Caio e Lucão. E Edson Silva, que vem sendo pouco aproveitado, vai ser o único zagueiro no banco de reservas.

A outra baixa do São Paulo será o lateral-esquerdo Carlinhos, que aprimora o condicionamento físico após se recuperar de estiramento na panturrilha esquerda. Assim, a lateral esquerda vai ser ocupada por Reinaldo.

Doriva deve escalar o São Paulo com a seguinte formação: Denis; Bruno, Lucão, Rodrigo Caio e Reinaldo; Thiago Mendes, Wesley e Paulo Henrique Ganso; Michel Bastos, Alexandre Pato e Luís Fabiano.

Com 53 pontos, o São Paulo é o quinto colocado no Brasileirão e precisa superar o Cruzeiro e contar com um tropeço do Santos para entrar no G4 do torneio.

Confira a lista de relacionados do São Paulo para o duelo com o Cruzeiro:

Goleiros: Denis, Renan Ribeiro e Léo

Laterais: Bruno, Matheus Reis e Reinaldo

Zagueiros: Rodrigo Caio, Edson Silva e Lucão

Volantes: Thiago Mendes, Wesley, Hudson e João Schmidt

Meias: Paulo Henrique Ganso, Michel Bastos e Daniel

Atacantes: Luis Fabiano, Alexandre Pato, Alan Kardec, Rogério e Centurión

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.