Rafael Ribeiro/Vasco
Rafael Ribeiro/Vasco

Com baixas na defesa, Vasco visita o Sport e tenta voltar a vencer após 2 meses

Clube cruzmaltino somou apenas dois pontos nos últimos nove jogos no campeonato e caiu para a zona de rebaixamento

Redação, Estadão Conteúdo

14 de novembro de 2020 | 10h54

Com desfalques importantes na zaga, o Vasco visita o Sport neste sábado, às 16h30, na Ilha do Retiro, em Recife, para dar fim à incômoda sequência de nove partidas sem vitória no Campeonato Brasileiro. O time cruzmaltino precisa desesperadamente do triunfo, que não vem há mais de dois meses, para deixar a zona de rebaixamento.

O Vasco somou apenas dois pontos nos últimos nove jogos no campeonato e caiu para a zona de rebaixamento. Hoje, ocupa o 18º lugar e não sabe o que é vencer desde o 3 a 2 sobre o Botafogo no Engenhão, há mais de dois meses. Quebrar essa marca é a dura missão desse sábado. Esse jejum também coincide com a seca de gols de Cano. O atacante argentino amarga mais de 60 dias sem gols e vive sua pior fase desde que chegou.

E o time também terá de superar desfalques importantes no sistema defensivo. Leandro CastÁn e Miranda, diagnosticados com covid-19 após exame na última quarta-feira, estão fora. Dos zagueiros titulares, apenas Ricardo Graça está à disposição.

Mesmo com as baixas, o técnico Ricardo Sá Pinto deve manter o esquema com três defensores, provavelmente com Werley e o jovem Ulisses ao lado de Ricardo. A outra opção é Jadson, reforço apresentado pelo na última quinta-feira e contratado a pedido do treinador português. O meia Carlinhos e o atacante Ribamar também testaram positivo para a covid-19 e estão isolados.

Após uma maratona desgastante de jogos, o Vasco teve a semana inteira dedicada a treinos, já que não disputa a Copa do Brasil. O período sem partidas foi comemorado pelo preparador físico Miguel Moreira, que faz parte da comissão de Sá Pinto.

"Nessa semana, procuramos aproveitar todo tempo disponível. Tivemos um período maior para treinar. Não tivemos apenas o período de recuperação. De fato, pudemos incrementar e acrescentar melhorias em relação às nossas exigências físicas", ressaltou Miguel. Foi a primeira semana sem jogos desde Sá Pinto assumiu a equipe.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.