Moysés Suzart/EC VItória
Moysés Suzart/EC VItória

Com base da escalação mantida, Vitória busca reabilitação contra o Santos

Equipe de Vagner Mancini está perto do Z-4, com oito pontos na 16ª colocação

Estadão Conteúdo

03 Junho 2018 | 08h18

Derrotado por 3 a 2 pelo Internacional, na quarta-feira passada, no Barradão, o Vitória voltou a ficar ameaçado de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Mesmo assim, o time não terá grandes novidades na sua escalação para encarar o Santos, às 16 horas deste domingo, na Vila Belmiro, pela nona rodada, ainda que o técnico Vagner Mancini tenha cobrado a chegada de reforços.

+ Leia mais notícias sobre o Vitória

+ Confira a tabela de classificação do Campeonato Brasileiro

+ Na briga contra a degola, Santos encara o Vitória na vazia Vila Belmiro

"O problema é que cada rodada é uma decisão, porque são três pontos a mais ou a menos. Então, nós temos que formar um elenco maior para suportar a maratona de jogos", disse Mancini, preocupado com os oito pontos que deixam o time na 16.ª posição, perto da degola.

O lateral Jeferson recebeu o terceiro cartão amarelo e passou a ser desfalque certo. Apesar de jogar pela direita, ele já vinha sendo improvisado na esquerda. Reserva imediato, Pedro Botelho é um único candidato a assumir a posição e já está confirmado.

Outros jogadores deixaram de ser opções, principalmente por questões médicas. O atacante Jonatas Belusso intensificou os trabalhos de transição no gramado com o preparador físico Lucas Penha, enquanto Willian Farias, Fillipe Soutto, Juninho, Bryan e Walisson Maia seguem em tratamento no departamento médico.

Além destas baixas, o atacante Denilson, que já não atuou contra o Internacional e deve ser negociado com o Atlético-MG, nem viajou com o grupo para Santos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.