Vitor Silva/Divulgação
Vitor Silva/Divulgação

Com Carioca em risco, Hungaro admite escalar titulares no Botafogo

Time acumula três derrotas no Estadual e está perto da zona de rebaixamento

Agência Estado

09 de fevereiro de 2014 | 11h32

RIO - Derrotado neste sábado pelo Friburguense, por 1 a 0, em Moça Bonita, o Botafogo conheceu seu terceiro revés no Campeonato Carioca e passou a correr risco até mesmo de entrar na zona de rebaixamento do Estadual. Com cinco pontos em seis jogos, já está a oito do G4, que classifica para a semifinal da competição - neste ano o torneio tem turno único.

Como conseguiu avançar à fase de grupos da Libertadores, o Botafogo pretendia seguir utilizando reservas no Carioca, como era o planejamento do técnico Eduardo Hungaro, mas agora com o risco até de ser rebaixado, o clube pode apelar a seus titulares.

"Há jogos do Carioca que o time principal vai fazer, mas tudo tem um limite. A hora que o Botafogo estiver correndo algum tipo de risco, se acharmos que temos que rever esta posição, vamos alterar esta ideia. Ainda não há motivo para isso, enxergamos a possibilidade de reação", comentou o treinador, após a partida.

Para ele, a equipe tem sido muito instável. "Nossa equipe oscila muito nos jogos. Contra o Vasco, em função da dificuldade e até da boa qualidade do gramado, fizemos um jogo mais competitivo, embora o Vasco tenha controlado a partida. Contra o Cabofriense foi nosso pior jogo. Contra o Friburguense, tivemos chances para empatar e virar, assim como eles também puderam ampliar. Não temos tido rendimento suficiente."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogoCampeonato Carioca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.