Leonardo Moreira/Fortaleza
Leonardo Moreira/Fortaleza

Com Ceni em busca da 3ª taça, Fortaleza e Botafogo-PB iniciam final no Nordeste

Treinador já conquistou a Série B do Brasileiro em 2018 e do Campeonato Cearense este ano

Redação, Estadão Conteúdo

23 de maio de 2019 | 09h58

Consagrado como jogador pelo São Paulo e componente do grupo pentacampeão mundial pela seleção brasileira, Rogério Ceni inicia nesta quarta-feira a decisão que pode lhe render o terceiro título como técnico pelo Fortaleza. Campeão da Série B do Brasileiro em 2018 e do Campeonato Cearense nesta temporada, agora ele decide a Copa do Nordeste contra o Botafogo da Paraíba, com o jogo de ida sendo disputado nesta quinta-feira, a partir das 21h30, no Castelão.

De qualquer forma, a Copa do Nordeste terá um campeão inédito. Pela primeira vez na final do torneio regional, Fortaleza e Botafogo voltarão a se enfrentar no Almeidão, em João Pessoa, no próximo dia 29, já que o time paraibano conquistou o direito de decidir em casa por ter a campanha geral melhor que a do adversário.

Além da taça, a conquista do título vale R$ 1 milhão de premiação, além da vaga direta às oitavas de final da Copa do Brasil de 2020. Até por isso, a final é prioridade para os dois lados, que integram divisões diferentes no Brasileirão.

O Fortaleza é o 14º colocado da Série A, com seis pontos somados em cinco jogos, enquanto o Botafogo é o quarto do Grupo A da Série C, com seis pontos conquistados em quatro partidas. Ambos buscam o segundo título da temporada depois de terem sido campeões dos respectivos estaduais.

Na Copa do Nordeste, a equipe paraibana, comandada por Evaristo Piza, está invicta, com sete vitórias e três empates. Já o time do técnico Rogério Ceni venceu cinco, empatou quatro e perdeu apenas uma vez. A derrota foi justamente para os botafoguenses, por 1 a 0, no Almeidão, em jogo válido pela terceira rodada da primeira fase.

VISITANTES LIBERADOS

Como as duas torcidas têm histórico de brigas entre si, se discutiu sobre a possibilidade de torcida única nos dois jogos da final. Após reunião, no entanto, o Ministério Público do Ceará aceitou um acordo entre os clubes e liberou a presença de torcedores visitantes tanto em Fortaleza quanto em João Pessoa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.