Márcio Fernandes/Estadão
Márcio Fernandes/Estadão

Com Chicão de saída, Corinthians apresenta Cléber

Zagueiro que estava na Ponte Preta já treina no CT do Corinthians há duas semanas

RAPHAEL RAMOS, Agência Estado

30 de julho de 2013 | 18h32

SÃO PAULO - Hora depois de Chicão postar uma mensagem em tom de despedida em sua página no Twitter, o Corinthians apresentou o candidato a eventual substituto do zagueiro. Cléber, ex-Ponte Preta, treina há duas semanas no CT do Parque Ecológico, mas apenas nesta terça-feira concedeu sua primeira entrevista como atleta corintiano. "Espero honrar essa camisa. A ansiedade para jogar é muito grande", disse o zagueiro.

Destaque da Ponte Preta no Campeonato Paulista, Cléber chega ao Corinthians como reserva de Paulo André e Gil. "Vou trabalhar para conseguir o meu espaço e jogar. Espero mostrar meu potencial. Sei que não será fácil, mas será uma briga saudável. O Corinthians tem um quarteto fantástico na defesa. Tudo tem o seu tempo."

Com contrato até o fim do ano, Chicão já se despediu da torcida nesta terça-feira. "Queria agradecer vocês pelo carinho que sempre recebi... obrigado por tudo, Fiel", escreveu o jogador em seu Twitter. Reserva após perder sua vaga para Gil, o zagueiro já pode assinar um pré-contrato com outro clube e deixar o Corinthians no fim do ano sem precisar pagar multa. O Fluminense, que contratou o técnico Vanderlei Luxemburgo, seria um dos clubes interessados em Chicão.

A diretoria do Corinthians, no entanto, não pretende liberá-lo. "Não recebemos nenhuma proposta por ele. Não tem nada definido. Não temos pressa porque o contrato dele vai até o fim do ano. Temos interesse que ele continue", disse Duílio Monteiro Alves, diretor-adjunto de futebol. O fato é que Chicão não foi procurado pela diretoria para renovar contrato e não pretende sair no seu último dia de vínculo com o clube.

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansChicãobrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.