Gustavo Garello/AP
Gustavo Garello/AP

Com cinco gols de Scocco, River massacra por 8 a 0 e vai à semi da Libertadores

Depois de perder por 3 a 0 na ida, argentinos atropelam o Jorge Wilstermann na Argentina

Estadão Conteúdo

21 de setembro de 2017 | 21h42

Derrotado por 3 a 0 pelo Jorge Wilstermann no confronto de ida das quartas de final da Copa Libertadores, na Bolívia, o River Plate se garantiu em grande estilo na semifinal da competição continental, nesta quinta-feira à noite, no Monumental de Nuñez, em Buenos Aires. De forma massacrante, o time argentino aplicou uma histórica goleada por 8 a 0, com direito a cinco bolas na rede de Ignacio Scocco, e assegurou classificação com extrema folga na próxima fase do torneio.

Com o expressivo triunfo, o River se credenciou para enfrentar na semifinal o Lanús, que venceu o duelo argentino contra o San Lorenzo nos pênaltis nesta quinta - no duelo de ida, o time derrotado havia vencido por 2 a 0.

Mesmo confiante depois de ter conquistado uma ótima vitória por três gols de diferença na partida de ida, quando também soube aproveitar as dificuldades impostas pelos 2.558 metros de altitude da cidade de Cochabamba, o Jorge Wilstermann exibiu uma atuação desastrosa desde o início da partida.

Do outro lado, o River "voava baixo" e, em apenas 19 minutos, já vencia por 3 a 0, com três gols do atacante Ignacio Scocco, que em 2013 teve uma passagem apagada com a camisa do Internacional, pelo qual balançou as redes por apenas quatro vezes em 21 partidas disputadas.

O placar de 3 a 0 ainda não era suficiente para levar o River às semifinais, mas a equipe da casa, apoiada pela sua barulhenta torcida, ampliou para 4 a 0 ainda na etapa inicial, com um gol de Enzo Pérez.

Atordoados em campo, os jogadores do time boliviano, que tem em sua zaga titular o brasileiro Alex Silva, o Pirulito, levaram o quinto gol antes do primeiro minuto do segundo tempo, mais uma vez com o inspirado Ignacio Scocco balançando as redes.

Pouco depois, aos 7, Ignacio Fernández já marcou o sexto do River, que veria a atuação de gala de Scocco ser coroada aos 12 minutos com mais um gol. Enzo Pérez ainda fez mais um aos 22 minutos para decretar o humilhante 8 a 0.

O placar poderia ter sido ainda maior, pois o River criou novas chances de gol e foi altamente dominante até o final da partida, mas a festa da sua torcida já estava mais do que garantida.

O River se tornou o terceiro time classificado às semifinais desta Libertadores. Os outros dois são o Grêmio e o Barcelona de Guayaquil, que venceram Botafogo e Santos, respectivamente, por 1 a 0, nos confrontos de volta das quartas de final, na última quarta-feira à noite.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.