Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Com clima conturbado, Santos recebe Santo André no retorno do Paulistão

Equipe alvinegra conviveu com processo de jogadores e protesto de torcedores às vésperas da retomada do campeonato

Redação, O Estado de S.Paulo

22 de julho de 2020 | 05h00

Torcedores revoltados, jogadores insatisfeitos e um clima político conturbado. Sob este panorama, o Santos fará seu retorno ao Paulistão na noite desta quarta-feira, às 19h15, após quatro meses sem entrar em campo para jogos oficiais, para receber o Santo André na Vila Belmiro, pela 11ª e penúltima rodada da primeira fase do Estadual. O rival é o dono da melhor campanha da competição até agora.

Em jogo estará a classificação para o mata-mata e também uma trégua nos bastidores e no vestiário do clube. Uma vitória garantirá o Santos nas quartas de final, mesmo faltando ainda uma rodada para o fim da fase. O time santista lidera o Grupo A, com 15 pontos. Do outro lado, o desmontado Santo André soma 19 e é o primeiro do Grupo B.

Se estava irregular no Paulistão antes da pandemia, agora a situação do Santos é uma incógnita. Com a proximidade do retorno do Paulistão, o time vem acumulando problemas. A difícil negociação com o elenco para a definição do pesado corte de 70% dos salários trouxe consequências nos últimos dias.

O goleiro Everson e o atacante Sasha acionaram a Justiça para obter a rescisão contratual unilateral com o clube. Ambos alegaram atrasos nos pagamentos de salários, direitos de imagem e FGTS. A saída abrupta da dupla irritou a torcida e escancarou as dificuldades financeiras enfrentadas pelo clube.

Na véspera do jogo, torcedores chegaram a ameaçar José Carlos Peres. Diante de faixas com críticas e ironias, eles cantaram: "se não renunciar, o pau vai quebrar". Na segunda, um grupo chegou a ter um encontro com o dirigente, com diálogos mais ríspidos. "Nestes dois anos nós fomos passivos pra c... Acabou! Fomos tachados de bunda-mole por não ter cobrado, estamos tentando diálogo há dois anos", dissera um dos torcedores em gravação vazada horas após a reunião.

Ao mesmo tempo, os bastidores voltaram a se agitar. Opositores pedem a renúncia de Peres numa tentativa de "acalmar os ânimos". Para tentar conter o ímpeto dentro e fora do clube, o dirigente prometeu pagar direitos de imagem atrasados ainda nesta semana, sem dar detalhes sobre as condições financeiras atuais do clube. 

Dentro de campo, é certo que o técnico português fará ao menos duas mudanças, em razão das surpreendentes saídas de Everson e Sasha. Wladimir vai ganhar uma chance no gol e Raniel deve reforçar o ataque, formando trio com Marinho e Soteldo.

Do outro lado, o Santos vai encontrar um remodelado Santo André. O clube segurou o técnico Paulo Roberto Santos, mas grande parte do elenco foi embora neste longo período de paralisação. Poucos ficaram daquele time que vinha fazendo a melhor campanha do Paulistão. Saíram o experiente goleiro Fernando Henrique, o meia Cristian,e o atacante Ronaldo, artilheiro do time no Paulistão, com cinco gols.

Paulo Roberto recebeu alguns reforços da diretoria, como o experiente goleiro Ivan, que assumiu a titularidade durante os treinos. O treinador ensaiou uma equipe para a volta com várias dúvidas. Buiu e Ricardo Luz disputam uma posição pela lateral. No meio, três jogadores disputam duas vagas: Vitinho Carioca, Vitinho e Rondinelly. Já na frente, Ramon ou Rafael Lucas para companheiro de Baggio.

O Santo André foi a última equipe a se reapresentar. Como o estádio Bruno José Daniel recebeu um hospital de campanha, o clube só foi iniciar as atividades, na cidade de Vargem, no início do mês. A maior parte dos clubes iniciou os treinos presenciais no dia 1º.

"Tivemos essa dificuldade em achar um local para realizarmos a concentração e consequentemente os treinamentos, mas tentamos aproveitar esse tempo da melhor maneira possível. Fomos obrigados a mudar muitas peças, mas chegaram jogadores de qualidade. Tenho a certeza que vão dar conta de recado e poderão deixar o Santo André no mesmo nível que vínhamos na competição", disse o treinador.

FICHA TÉCNICA:

SANTOS X SANTO ANDRÉ

SANTOS - Vladimir; Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Diego Pituca e Carlos Sánchez; Marinho, Raniel e Soteldo. Técnico: Jesualdo Ferreira.

SANTO ANDRÉ - Ivan; Buiu (Ricardo Luz), Willian, Rodrigo e Marlon; Nando, Vitinho Carioca, Vitinho (Rondinelly) e Branquinho; Ramon (Rafael Lucas) e Douglas Baggio. Técnico: Paulo Roberto Santos.

ÁRBITRO - Thiago Luis Scarascati.

HORÁRIO - 19h15.

LOCAL - Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.