Sergei Karpukhin / Reuters
Sergei Karpukhin / Reuters

Com Copa em risco, Filipe Luis evita lamentar lesão e diz: 'Vou lutar até o fim'

Lateral agradece pelo carinho que recebeu dos torcedores

Estadão Conteúdo

16 de março de 2018 | 13h50

Um dia depois de sofrer a grave lesão que colocou sua ida à Copa do Mundo em risco, o lateral-esquerdo Filipe Luis se pronunciou nesta sexta-feira. Através das redes sociais, o jogador do Atlético de Madrid evitou lamentar a fratura na fíbula da perna esquerda e agradeceu o carinho que recebeu durante as últimas horas.

+ Tite convoca Alex Sandro para amistosos na vaga do lesionado Filipe Luis

+ Sem Götze e Reus, Löw convoca Alemanha para amistoso com o Brasil

"Muito, muito, muito obrigado por tanto carinho. Muitos dizem que foi azar, eu penso o contrário, eu tenho muita sorte. Muita sorte de ter um obstáculo no meu caminho, para poder sentir o carinho de tanta gente, de ver que há muita bondade no mundo, de ver como as pessoas se unem para dar forças, e assim poder superar os obstáculos", escreveu em sua página no Instagram.

Filipe Luis se lesionou na goleada do Atlético de Madrid por 5 a 1 sobre o Lokomotiv Moscou, na última quinta-feira, pela Liga Europa. Aos 15 minutos do segundo tempo, ele tentou bloquear uma finalização do atacante Eder, mas acabou acertado com violência pelo rival e precisou deixar o campo, sentindo muitas dores.

Após ser submetido a exames, o lateral teve a gravidade da lesão confirmada nesta sexta-feira. O Atlético de Madrid anunciou que ele fraturou a fíbula da perna esquerda. O clube não disse por quanto tempo o defensor vai estar afastado dos gramados, mas lesões semelhantes necessitaram de pelo menos seis semanas de recuperação, período que poderá ser ampliado se ele tiver que ser operado.

 

Muito muito muuuuito obrigado por tanto carinho. Muitos dizem que foi azar, eu penso o contrário, eu tenho muita sorte. Muita sorte de ter um obstáculo no meu caminho, para poder sentir o carinho de tanta gente, de ver que há muita bondade no mundo, de ver como as pessoas se unem para dar forças, e assim poder superar os obstáculos. Eu agradeço cada segundo da minha vida, é realmente maravilhosa. Eu creio em Jesus. Tenho todos os motivos para ser positivo. Minha vida foi construída no caminho que Deus me iluminou, onde nunca duvidei, por pior que pareçam as coisas, mais eu me fortaleço. Eu tenho fé. Eu não vou desistir, vou lutar até o final, em todos os momentos de minha vida. Amo todos vocês, muito obrigado pelas mensagens, obrigado aos meus amigos por estarem do meu lado, obrigado por me fazer sentir especial. Muuuuchisimas gracias por tanto tanto tanto cariño. Mucha gente dice que ha sido mala suerte. Yo no pienso así, pienso que tengo mucha suerte. Suerte de tener un obstáculo en mi camino, y sentir el cariño de tantísima gente, ver que hay mucha bondad en el mundo, ver como las personas se unen para dar fuerzas y ánimos, y así, poder superar el obstáculo. Agradezco cada segundo de mi vida, es realmente maravillosa. Yo creo en Jesús. Tengo todos los motivos para ser positivo. Mi vida ha sido construída en el camino que Dios me guió, no he dudado ni un solo segundo, y cuanto peores parecen las cosas, más fuerte me siento. Yo tengo fe. No voy a rendirme, voy a luchar hasta el final, en todos los sentidos de mi vida. Os quiero a todos, muchas gracias por vuestros mensajes, por vuestros ánimos, por estar siempre a mi lado, y por hacerme sentir especial. ❤️

Uma publicação compartilhada por Filipe Luís Kasmirski (@filipeluis) em

Mesmo correndo o risco de perder a Copa, Filipe Luis prometeu todo o empenho possível para se recuperar o mais rápido possível. "Eu tenho fé. Eu não vou desistir, vou lutar até o fim, em todos os momentos de minha vida. Amo todos vocês, muito obrigado pelas mensagens. Obrigado aos meus amigos por estarem do meu lado, por me fazer sentir especial."

Em 2010, Filipe Luis também estava na briga por uma vaga na Copa e passou por drama semelhante ao sofrer uma fratura exposta no tornozelo meses antes do Mundial. Sem ele, o técnico Tite anunciou a convocação de Alex Sandro para os amistosos contra Rússia, em Moscou, e Alemanha, em Berlim, nos dias 23 e 27 deste mês, respectivamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.