Márcio Cunha/Chapecoense
Márcio Cunha/Chapecoense

Com covid-19, presidente da Chapecoense segue na UTI, mas apresenta melhora

Quadro clínico de Paulo Magro continua delicado

Redação, Estadão Conteúdo

21 de dezembro de 2020 | 19h48

O quadro clínico de Paulo Magro, presidente da Chapecoense, segue delicado. Com covid-19, o mandatário continua entubado na UTI do hospital da Unimed, mas apresentou uma leve melhora. Segundo os médicos, ele está reagindo bem aos tratamentos.

Os familiares do presidente, através das redes sociais, pediram oração e pensamento positivo para que o mandatário se recupere da doença o quanto antes. Ele está no comando da Chapecoense desde 2019. Por ora, nenhum outro dirigente foi infectado com o novo coronavírus.

Enquanto isso, a Chapecoense vem fazendo uma grande campanha na Série B do Campeonato Brasileiro. O time catarinense, que empatou por 2 a 2 com o América-MG na última rodada, está na liderança, com 59 pontos, dois à frente do time mineiro.

O próximo desafio da Chapecoense é só na segunda-feira, quando o clube enfrenta o Paraná, às 20h, na Arena Condá, pela 31ª rodada.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolChapecoensecoronavírus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.