Juan Medina/Reuters
Juan Medina/Reuters

Com covid-19, Sergio Ramos é 'trancafiado' pelos filhos em seu quarto

Filhos do jogador trancaram a porta pelo lado de fora e perderam a chave; revelação foi feita pela mulher num programa de TV

Redação, O Estado de S.Paulo

15 de abril de 2021 | 16h00

Por essa o zagueiro Sergio Ramos não esperava. Acostumado a enquadrar os atacantes adversários dentro de campo, o jogador do Real Madrid acabou preso em seu quarto após os seus filhos trancarem a porta e perderem a chave. A revelação foi feita pela mulher do jogador, Pilar Rubio no programa "El Hormiguero". O defensor da equipe merengue contraiu o coronavírus no início da semana e desde então vem em estado de quarentena em sua casa.

"Sergio está isolado por conta das medidas de prevenção, mas os meninos trancaram a porta por fora e não encontramos a chave", afirmou a esposa.

Em seguida, ela disse que o defensor está bem de saúde e ninguém da família está infectado. "Eu e meus filhos estamos bem. Todos deram negativo para o teste. Estou um pouco triste por não poder sair, mas está tudo certo", afirmou Pilar. O casal tem quatro filhos, Sergio de seis anos, Marco de cinco, Alejandro de três e Maximo Adriano de oito meses.

Antes de ser diagnosticado com covid-19, Sergio Ramos já estava afastado do restante do grupo por estar se recuperando de lesão sofrida no início do mês. A previsão para o seu retorno é entre quatro e seis semanas.

A ausência de um dos jogadores mais experientes do Real Madrid acontece num momento em que o clube entra numa fase de jogos decisivos. A equipe merengue se classificou para as semifinais da Liga dos Campeões e enfrenta o Paris Saint-Gemain do brasileio Neymar. Já pelo Campeonato Espanhol, o time comandado por Zinedine Zidane está em segundo lugar, com 66 pontos, a um ponto do líder Atlético de Madrid. O Barcelona vem colado na terceira posição. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.