Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Com desequilíbrio muscular, Bryan Ruiz não deve estrear pelo Santos neste sábado

Meia costa-riquenho contratado após a Copa do Mundo luta para chegar à melhor forma física

Estadão Conteúdo

02 Agosto 2018 | 09h49

Não deverá ser neste sábado contra o Botafogo, no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro, pelo Campeonato Brasileiro, a estreia do meia costa-riquenho Bryan Ruiz pelo Santos. O jogador, contratado logo após ter disputado a Copa do Mundo da Rússia, ainda não está preparado fisicamente para entrar em campo, de acordo com o técnico Cuca.

+ Na estreia de Cuca e do VAR, Santos perde para o Cruzeiro na Vila

+ Apesar da derrota, Cuca elogia atuação do Santos: 'Jogamos um pouco melhor'

+ Confira a tabela da Copa do Brasil

O meia da seleção da Costa Rica está com desequilíbrio muscular e a tendência é que precise de mais tempo de fortalecimento para ser liberado pela comissão técnica. O meia uruguaio Carlos Sánchez e o atacante paraguaio Derlis González - este precisará de duas semanas de recondicionamento físico - também não estarão disponíveis.

"Estava no departamento médico, na academia de manhã (de quarta-feira), e o Bryan estava treinando. São oito dias de treino, está com desequilíbrio muscular de perna para outra e temos que ter calma. Ninguém vai querer saber se está assim, tem que estar pronto e temos que ter calma para isso", disse Cuca, em entrevista coletiva após a derrota por 1 a 0 para o Cruzeiro, no estádio da Vila Belmiro, em Santos, pela rodada de ida das quartas de final da Copa do Brasil.

O elenco do Santos voltará a treinar na tarde desta quinta-feira, no CT Rei Pelé, em Santos, somente com os reservas em campo. Os titulares trabalharão normalmente nesta sexta, na única atividade antes de enfrentar o Botafogo. O time alvinegro ocupa a 17.ª colocação na tabela de classificação e está na zona do rebaixamento do Brasileirão.

DESPEDIDA

Derlis González foi contratado por empréstimo de dois anos junto ao Dínamo de Kiev em troca por Vitor Bueno, que jogará na Ucrânia. O meia se despediu do Santos em uma publicação nas redes sociais.

"Fala, nação santista. Estou passando aqui para me despedir de vocês. E agradecer por tudo que fizeram por mim ao longo desses três anos. Por todo apoio e carinho, e também pelas cobranças que me fizeram amadurecer e me tornar um ser humano melhor. Obrigado ao Santos por realizar todos os meus sonhos de criança e também o da minha família. Estarei sempre na torcida!", escreveu.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.