Márcio Cunha/Chapecoense
Márcio Cunha/Chapecoense

Com desfalques, Chapecoense recebe Athletico-PR para tentar voltar a vencer

Time do técnico Ney Franco tem boa oportunidade de aproveitar equipe reserva do rival, que foca na Libertadores

Redação, Estadão Conteúdo

05 de maio de 2019 | 10h02

Disposto a vencer de novo na Arena Condá, a Chapecoense volta a campo neste domingo, às 11 horas, diante do Athletico-PR, pela terceira rodada do Brasileirão. Com a vitória recente diante do Internacional por 2 a 0, na estreia, o clube espera usar a força da sua torcida para voltar a vencer na competição. Ainda sem poder contar com Victor Andrade e Rildo, o técnico Ney Franco deve manter o mesmo time que perdeu para o Corinthians, por 1 a 0, em São Paulo.

"Saímos insatisfeitos com o resultado, mas a equipe deu mostras que tem um caminho a seguir para jogar fora. Tomara que tenhamos mais competência no segundo jogo fora. Claro que temos que pensar primeiro no Athletico para depois ter um desempenho bom longe de nossa torcida", completou o treinador.

Em dois jogos foram três pontos somados, todos conquistados na vitória na estreia, em casa, diante do Inter. Mas o técnico acha que muitos pontos errados vistos na Arena Corinthians, na quarta-feira passada, serão ajustados para o duelo deste domingo.

Ney Franco saiu de campo insatisfeito com a derrota por 1 a 0, mas gostou da postura da Chapecoense no duelo. O time conseguiu passar boa parte do jogo atuando de igual para igual com o adversário e poderia ter saído de campo com o empate se não fosse a felicidade de Carlos Augusto aproveitar um cochilo da marcação no início do segundo tempo.

"O que vimos foi um jogo equilibrado. Não saímos do primeiro jogo fora com a pontuação, mas a equipe deu um sinal que se jogar nesse nível tem condições de somar pontos. Foi um primeiro tempo complicado e um segundo bem aberto dos dois lados. Eles fizeram uma mudança no intervalo nesse sentido", avaliou Ney Franco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.