Vinnicius Silva/Cruzeiro
Vinnicius Silva/Cruzeiro

Com desfalques, Cruzeiro viaja à Argentina para estreia na Libertadores

Time celeste enfrenta o Huracán na quinta-feira, pelo Grupo B

Redação, Estadão Conteúdo

05 de março de 2019 | 22h42

O Cruzeiro viajou na noite desta terça-feira à Argentina com desfalques para a estreia na Copa Libertadores contra o Huracán, em Buenos Aires, nesta quinta, pelo Grupo B. A delegação seguiu sem o zagueiro Dedé (suspenso), o meia Thiago Neves (machucado) e o atacante Raniel, que passou o dia na sala de fisioterapia em tratamento de desgaste muscular na coxa direita e não participou do treinamento na Toca da Raposa II, em Belo Horizonte.

Raniel se machucou no empate contra a URT, no último dia 24, em Patos de Minas, pela oitava rodada do Campeonato Mineiro. O próprio técnico Mano Menezes admitiu que seria difícil a recuperação do atacante a tempo de ficar à disposição na estreia da Libertadores. Já o meia Marquinhos Gabriel, que também sofreu lesão no mesmo compromisso pelo Estadual, reabilitou-se a tempo e será opção no banco de reservas.

Quase um mês depois de sofrer estiramento muscular na panturrilha direita, Thiago Neves foi liberado nesta terça-feira para iniciar o trabalho de preparação física no Cruzeiro. Não viajou à Argentina, mas deverá jogar neste domingo contra a Tombense, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, pela nona rodada do Campeonato Mineiro. Mano Menezes provavelmente escalará uma equipe reserva na partida, já que na próxima quarta fará o duelo contra o Deportivo Lara, da Venezuela, pela segunda rodada da Libertadores.

Nesta terça-feira, o técnico cruzeirense só liberou a presença da imprensa na atividade de aquecimento. Apesar do mistério adotado, a equipe está praticamente confirmada com Fábio; Edilson, Leo, Murilo e Egídio; Henrique e Lucas Romero; Robinho, Rodriguinho e Rafinha; Fred.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.