Alexandre Vidal/Flamengo
Alexandre Vidal/Flamengo

Com desfalques, Flamengo visita o Bahia e tenta consolidar reação no Brasileiro

Domènec Torrent tem problemas para duelo com Roger Machado, que entra sob pressão para jogo desta quarta-feira

Redação, O Estado de S.Paulo

02 de setembro de 2020 | 07h28

Empolgado depois de voltar a vencer no Campeonato Brasileiro e mostrar evolução em relação às partidas anteriores, mas com vários desfalques importantes, o Flamengo quer confirmar a melhora e se aproximar dos líderes da competição. Para isso, tenta vencer o Bahia nesta quarta-feira, às 20h30, no Estádio de Pituaçu, em Salvador. O duelo é válido pela sétima rodada.

Com o triunfo sobre o Santos na rodada passada, em que foi agressivo e exibiu uma performance melhor em relação aos outros jogos, o time rubro-negro chegou a oito pontos e subiu para a nona colocação. Agora, o objetivo é manter uma regularidade para brigar pelas primeiras posições. 

O Flamengo tem um desfalque de última hora para a partida em Salvador. O clube informou que, após adotar protocolo de saúde contra o novo coronavírus e realizar exames rotineiros em seus atletas,  um jogador do elenco deu positivo para a doença e está afastado. 

O nome não foi revelado pelo clube, mas tudo indica que seja o goleiro César, que não está na lista de relacionados. Ele seria titular na vaga de Diego Alves, fora por conta de uma lesão parcial no tendão do ombro esquerdo, mas teve de ser afastado e ficará em isolamento por alguns dias. Desta forma, o time rubro-negro tem duas opções caseiras para a meta: Gabriel Batista e Hugo Souza. O primeiro é o favorito.

O técnico espanhol Domènec Torrent já contava com outro desfalque para o duelo desta quarta-feira: o atacante Bruno Henrique, com edema ósseo no joelho direito. Além da contusão, ele já seria ausência por ter recebido o terceiro cartão amarelo contra o Santos, no último domingo.

O atacante Gabriel Barbosa é outra baixa. Gabigol sofreu entorse no tornozelo, chegou a não sentir mais dores, mas não vai para o jogo. Pedro deve ser o titular. Gerson, com dores no ombro esquerdo, também não viajou e completa a lista de ausências. A ideia é que os dois estejam 100% para o duelo diante do Fortaleza, no sábado.

Domènec tem rodado o elenco e feito algumas experiências. Contra o Santos, deu chance a Gustavo Henrique, Thiago Maia e Michael. Os três foram bem, especialmente o volante, muito elogiado. Ele deve permanecer na equipe. No ataque, Michael, Pedro Rocha e Vitinho disputam uma vaga.

Sem Bruno Henrique, a tendência é de que Everton Ribeiro retome a titularidade. Na lateral direita, o chileno Isla, recém-chegado, já fez sua estreia e agora deve atuar pela primeira vez desde o começo da partida. O lateral-esquerdo Renê também é opção para jogar improvisado.

AMEAÇADO

Roger Machado está sob pressão devido às más atuações do Bahia no campeonato. Na última rodada, empatou com o Palmeiras por 1 a 1, mas o ponto somado não escondeu o fraco desempenho. A situação está tão ruim que o próprio treinador admite que não sabe até quando permanecerá no cargo. "No momento que a gente está vivendo eu penso jogo a jogo. Não uso a estratégia de pensar em dois jogos porque não sei se vou estar aqui", confessou.

Entretanto, o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, confirmou a continuidade de Roger Machado e esclareceu que não faz avaliações de jogos isolados. Ele explicou o método de avaliação da diretoria, que analisa a pontuação em grupos de seis jogos. Até agora, o Bahia conseguiu oito pontos, mas fez só cinco partidas, porque o confronto com o Botafogo, da primeira rodada, foi adiado e será realizado apenas em 29 de setembro.

Mesmo com toda essa incerteza, Roger precisa se concentrar em definir a escalação, uma vez que tem alguns desfalques no meio-campo. O volante Gregore recebeu o terceiro cartão amarelo e tem como substituto Ronaldo. Este, porém, é jogador do Flamengo, emprestado ao Bahia, e não poderá atuar por questões contratuais.

Com isso, Elton deve ganhar uma oportunidade, embora Jadson também seja opção. Vale lembrar que o goleiro Douglas e o lateral-direito João Pedro seguem se recuperando de lesões e têm como substitutos Anderson e Nino Paraíba, respectivamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.