José Patricio/AE - 30/05/2011
José Patricio/AE - 30/05/2011

Com desfalques, Santos busca reação contra o Coritiba

Time alvinegro tenta sair da parte de baixo da tabela nesta quarta-feira, às 21h50

SANCHES FILHO, Agência Estado

17 de agosto de 2011 | 07h45

SANTOS - O Santos pode ter perdido Arouca para enfrentar o Coritiba, nesta quarta-feira, às 21h50, na Vila Belmiro (de Brasília, com acompanhamento ao vivo da rádio Estadão ESPN). O volante sofreu uma pancada no pé direito em uma disputa de bola com Adriano, no treino técnico desta terça, no CT Rei Pelé, e saiu de campo andando com dificuldade, iniciou o tratamento médico e depende de teste para jogar. Se for vetado, o técnico Muricy Ramalho deve abrir mão de um volante e armar o time com dois meias - Paulo Henrique Ganso e Diogo. Elano (torção no tornozelo esquerdo) e Ibson (lesão de grau dois no músculo adutor da coxa esquerda) também desfalcam a equipe.

Mesmo sem Arouca e Elano, o Santos tem obrigação de vencer nesta quarta para não agravar a difícil situação em que se encontra no Campeonato Brasileiro - é o 16º colocado, com 15 pontos - e não ter que começar a conviver com a ameaça de queda para a segunda divisão nacional. Como Neymar, Paulo Henrique Ganso, Borges, Rafael, entre outros importantes titulares, estarão em campo, o jogo será na Vila Belmiro e o adversário não é candidato ao título, não há desculpa para o campeão continental não impor a sua melhor qualidade.

Muricy e a maioria dos jogadores não encontram explicações para a campanha tão ruim, com apenas uma vitória e um empate nos seis últimos jogos, desde a volta de Neymar, Paulo Henrique Ganso e Elano, que estavam com a seleção brasileira na Copa América. O time perdeu em organização, na marcação e sofreu o dobro de gols que tomava no primeiro semestre depois de ter se sagrado bicampeão paulista e conquistado a Copa Libertadores da América.

O zagueiro Edu Dracena, que cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo diante do Atlético Goianiense, volta ao time e projeta o início da reação para ter o que comemorar ao sair de campo, depois de ter vestido pela 100.ª vez a camisa do Santos. Mas, como a maioria dos companheiros, ele demonstra preocupação com a má fase sem fim.

SANTOS - Rafael; Pará, Edu Dracena, Durval e Léo; Adriano, Arouca (Diogo), Henrique e Paulo Henrique Ganso; Neymar e Borges. Técnico: Muricy Ramalho.

CORITIBA - Edson Bastos; Jonas, Jeci, Emerson e Lucas Mendes; Leandro Donizete, Léo Gago, Tcheco e Bill. Técnico: Marcelo Oliveira.

Árbitro - Antonio C. Schneider (RJ); Horário - 21h50 (de Brasília); TV - Pay-per-view; Rádio - Estadão ESPN (AM 700/FM 92,9); Local - Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP).  

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.