Com Diego Tardelli, Atlético-MG enfrenta a Chapecoense

Com Diego Tardelli, Atlético-MG enfrenta a Chapecoense

Equipe mineira, classificada para uma das semifinais da Copa do Brasil recebe time catarinense no estádio Independência

MARCELO PORTELA e TOMÁS M. PETERSEN, Estadão Conteúdo

18 de outubro de 2014 | 07h49

O Atlético Mineiro recebe a Chapecoense, neste sábado, às 21 horas, no estádio Independência, em Belo Horizonte, com a moral nas alturas, mas com alguns desfalques. O time chega para a partida pela 29.ª rodada do Campeonato Brasileiro animado com a classificação para uma das semifinais da Copa do Brasil com uma virada histórica em cima do Corinthians, na última quarta-feira, e com a boa notícia da presença do ídolo Diego Tardelli em campo.

O atacante, que foi do aeroporto após a partida da seleção brasileira contra o Japão, em Cingapura, direto para o Mineirão, garantiu nesta sexta que já está descansado e vai atuar neste sábado. "Estou dentro, 100% recuperado. Podem contar comigo. É um jogo importante para se aproximar ainda mais do líder do campeonato. Não quero ficar de fora, ainda mais em casa", afirmou. O Atlético está na 4.ª posição, com 47 pontos, nove a menos que o Cruzeiro, que encabeça a lista.

A presença de Diego Tardelli é um alívio para o técnico Levir Culpi, que já tem desfalque no ataque. Jô, que tem futuro ainda incerto no time por ter faltado a dois treinos na semana passada alegando problemas particulares, não foi nem relacionado para a partida. Além dele e do zagueiro Leonardo Silva, que está lesionado, o meia Leandro Donizete sofreu estiramento na coxa direita e também está fora. Para seu lugar o técnico pode acionar Josué ou Pierre.

CHAPECOENSE

As duas últimas vitórias seguidas deram mais confiança para a Chapecoense escapar de vez do risco de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. O adversário da vez agora é o Atlético Mineiro, que está brigando por uma vaga na Copa Libertadores. A partida, considerada difícil pela equipe, será neste sábado, às 21 horas, no estádio Independência, em Belo Horizonte, pela 29.ª rodada.

"O momento é bom, mas não podemos nos prender aos dois últimos jogos. Ainda precisamos de uma série de resultados positivos para escapar de vez do rebaixamento. O campeonato está afunilando. A cada rodada que passa fica mais complicado", disse o goleiro Danilo, cuja atuação garantiu o resultado de 1 a 0, fora de casa, contra o Bahia.

A escalação da Chapecoense para o jogo tem um desfalque e uma dúvida. O atacante Tiago Luis cumpre suspensão pelo terceiro cartão amarelo e não joga. Já o volante Bruno Silva, que havia sido punido por briga em jogo contra o Criciúma, conseguiu efeito suspensivo contra a suspensão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.