Manu Dias/Divulgação - 8/3/2013
Manu Dias/Divulgação - 8/3/2013

Com Dilma, Fonte Nova será inaugurada em 5 de abril

Evento teve de ser adiado porque presidente foi para Roma acompanhar a posse do Papa Francisco

AE, Agência Estado

27 de março de 2013 | 12h17

SALVADOR - O governador da Bahia, Jaques Wagner, anunciou nesta quarta-feira que o evento de inauguração da Fonte Nova acontecerá no dia 5 de abril. De acordo com ele, a presidente Dilma Rousseff estará presente no estádio de Salvador para participar da entrega oficial da obra da arena.

Inicialmente, este evento aconteceria no dia 18 de março, mas precisou ser adiado em razão da viagem da presidente ao Vaticano, para a posse do papa Francisco. A partida inaugural da Fonte Nova, o clássico entre Bahia e Vitória, segue mantida pata 7 de abril.

A presença de Dilma no evento inaugural repete o que foi feito em Fortaleza e em Belo Horizonte, que também receberam a presidente na entrega oficial das obras do Castelão e do Mineirão, respectivamente. "Este será o primeiro estádio que saiu do zero, que foi totalmente reconstruído a ser inaugurado. É um presente para Salvador", disse Wagner durante o quarto encontro de alinhamento e integração dos planos operacionais para o torneio, realizado em Salvador.

Nessa reunião, o prefeito de Salvador, Antônio Carlos Magalhães Neto, disse que o perímetro que circunda a Fonte Nova está em estudo para que sejam definidas as intervenções necessárias. "Vamos apresentar um plano de transporte e trânsito para organizar a cidade, incluindo um sistema diferenciado de transporte público. Faremos testes nos dois ´Ba-Vi´s que teremos, em 7 de abril e no dia 28. A partir disso vamos refinar o plano para a Copa das Confederações e a Copa do Mundo", disse.

Segundo o secretário extraordinário de Copa da Bahia, Ney Campello, os dois viadutos de acesso à arena que vão diretamente ao estacionamento do estádio, sendo que um será usado para a chegada de torcedores e outro para a saída, serão entregues na próxima semana.

"Já as quatro rotas de acesso de pedestres que também estão no conjunto de obras previstas para o entorno do estádio serão entregues para 2014. Uma delas, inclusive, vai ligar o terminal de passageiros do porto de Salvador diretamente à Fonte Nova", afirmou.

A mesma reunião já foi realizada em Brasília, Rio de Janeiro, Fortaleza e Recife. Depois de Salvador, o evento acontecerá em Belo Horizonte, no dia 2 de abril, completando as seis sedes da Copa das Confederações. Nessas reuniões, estão sendo conferidos aspectos da logística do torneio, como mobilidade urbana, segurança, acessibilidade, controle de ingressos, aeroportos, acomodações, telecomunicações, energia e vigilância sanitária, aspectos decisivos para o êxito da competição.

A Fonte Nova vai receber três jogos da Copa das Confederações: Uruguai x Nigéria (20 de junho), Brasil x Itália (22 de junho) e disputa do terceiro lugar do torneio (30 de junho). Na Copa do Mundo de 2014, seis partidas serão disputados em Salvador.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa de 2014Arena Fonte Nova

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.