Vitor Silva / SS Press / Botafogo
Vitor Silva / SS Press / Botafogo

Com discurso cauteloso, Botafogo sonha com quarta vitória seguida no Brasileirão

Zé Ricardo quer afastar definitivamente a equipe carioca da zona do rebaixamento e lutar pela Libertadores

O Estado de S.Paulo

18 de novembro de 2018 | 11h00

Em uma situação mais confortável na tabela de classificação, o Botafogo mantém o discurso de que ainda precisa de pontos para se livrar de vez da ameaça de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Mas, ao mesmo tempo, o grupo demonstra a disposição de emplacar a quarta vitória consecutiva diante do Internacional para garantir a sua permanência na elite em 2019. O jogo acontece neste domingo, a partir das 17 horas, no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro, pela 35.ª rodada.

Na ultima quinta-feira, o Botafogo fez 1 a 0 sobre a Chapecoense, na Arena Condá, em Chapecó (SC). Antes tinha vencido o clássico contra o Flamengo, por 2 a 1, e batido o Corinthians, por 1 a 0. Em 11.º lugar, tem 44 pontos, sete a mais que a Chapecoense, primeiro time na zona de rebaixamento, na 17.ª colocação. Existe ainda uma expectativa de entrar na briga por uma vaga na fase preliminar da Copa Libertadores, mas a distância para o sexto colocado Atlético-MG é de seis pontos.

"O momento é bom e precisamos aproveitar, mas sempre respeitando o adversário que vem na vice-liderança e brigando diretamente pelo título. Nosso objetivo é outro: confirmar logo nossa vaga na competição do próximo ano. Ainda faltam três pontos", ponderou o técnico Zé Ricardo.

Satisfeito com o desempenho do time em Santa Catarina, Zé Ricardo deve fazer apenas uma mudança na equipe. O volante Rodrigo Lindoso volta a ficar à disposição após cumprir suspensão por ter recebido o terceiro cartão amarelo e deve retomar a posição que foi ocupada por Dudu Cearense.

A boa notícia é de que o atacante Kieza se recuperou de dores no tendão de Aquiles e está liberado. A tendência é que ele fique no banco de reservas. O volante Jean, por sua vez, segue em tratamento.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO - Gatito Fernández; Marcinho, Joel Carli, Igor Rabello e Moisés; Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes e Leo Valencia; Erik, Rodrigo Pimpão e Luiz Fernando. Técnico: Zé Ricardo.

 

 

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.