Com dois de André Lima, líder Botafogo vence Juventude

Com portões fechados, time carioca faz 3 a 1 e agora soma 28 pontos, 4 à frente do 2.º colocado São Paulo

Bruno Lousada, do Estadão,

26 de julho de 2007 | 18h12

O atacante André Lima não se cansa de dizer que Dodô, suspenso por doping, é insubstituível. Pura modéstia. Tido como reserva de luxo, ele vem provando que tem totais condições de ser titular no Botafogo. Na tarde desta quinta-feira, roubou a cena novamente: fez dois gols de cabeça na vitória da equipe alvinegra sobre o Juventude, por 3 a 1, no Estádio Giullite Coutinho.Com o resultado, o clube de General Severiano permanece na liderança isolada do Campeonato Brasileiro, agora com 28 pontos e um jogo a menos em relação à maioria dos adversários.Nenhum torcedor testemunhou a bela atuação do seu novo xodó, que já fez 18 gols nesta temporada e é o artilheiro da equipe neste Brasileiro, com 9. O motivo: os portões do estádio foram fechados em razão da punição imposta pela justiça desportiva ao clube carioca.No clássico contra o Fluminense, dia 30 de junho, no Engenhão, um botafoguense lançou um copo d’água no gramado.Os números de André Lima impressionam. Ele já marcou cinco vezes (quatro de cabeça) nas três últimas partidas que o Botafogo não contou com seu principal atacante. Na última rodada, disputada no domingo, o atacante brilhou intensamente: fez três gols no empate com o Sport, por 3 a 3, na Ilha do Retiro.Apesar da fama repentina, André Lima não perdeu a humildade. Dedicou os gols desta quinta ao amigo. "É para você Dodô." E acrescentou."O grupo está me ajudando. Se não fosse essa força, talvez eu não estivesse rendendo tão bem."O Botafogo venceu com méritos. Tem mais time e soube se impor. André Lima fez 1 a 0, aos 18 minutos. O Juventude respondeu rapidamente, quando o zagueiro Leonardo Silva empatou a partida ao desviar um cruzamento. A equipe alvinegra não se abateu e seguiu pressionando. Até que, aos 39, o meia Joilson acertou forte chute de fora da área para colocar os cariocas à frente do placar novamente. O Juventude voltou com uma formação mais ofensiva para a etapa final, mas esbarrou em suas limitações e na superioridade do adversário. E coube a André Lima garantir a vitória do Botafogo. Novamente de cabeça. "Graças a Deus, estou ajudando minha equipe."BOTAFOGO 3 X 1 JUVENTUDEBotafogo - Júlio Cesar    ; Alessandro, Juninho, Alex e Luciano Almeida (Diguinho); Túlio    , Leandro Guerreiro    , Joilson     e Lúcio Flavio (Adriano Felício); Jorge Henrique     (Magno) e André Lima. Técnico: Cuca.Juventude - Michel Alves; James, Wescley, Leonardo Silva     e Zé Rodolpho; Marcão    , Julio César     (Éber), Marabá (Daniel), Fábio Baiano e Renato; Luciano. Técnico: Flávio Campos.Gols - André Lima, aos 18; Leonardo Silva, aos 24; e Joilson, aos 39 minutos do primeiro tempo. André Lima, aos 22 minutos do segundo tempo.Juiz - Luiz Alberto Sardinha Bites (GO).Local - Estádio Giulitte Coutinho, em Mesquita (Baixada Fluminense).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.