Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Com dois de Deyverson, Palmeiras bate o Grêmio e deixa mais um concorrente para trás 

Atacante faz a diferença e time alviverde se mantém na liderança isolada do Campeonato Brasileiro

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

14 Outubro 2018 | 17h52

O Palmeiras superou mais um concorrente direto na briga pelo título. Assim como fez diante do São Paulo, o time de Luiz Felipe Scolari derrotou o Grêmio por 2 a 0 - mesmo placar feito sobre o rival, inclusive - com propriedade e garantiu mais uma rodada na liderança isolada do Campeonato Brasileiro, restando nove rodadas para o término da competição. 

Com o resultado, o time alviverde chegou aos 59 pontos e só não conseguiu ampliar a vantagem na liderança, por culpa do Internacional, que venceu de virada o São Paulo, no Beira-Rio, e manteve a diferença entre líder e vice-líder em três pontos. Já os gremistas permanecem com 51 pontos e vê a ponta da tabela se distanciando ainda mais. 

Palmeiras e Grêmio adotaram posturas completamente diferentes e ambas válidas. O time da casa foi para o ataque, como tem se tornado sua principal característica nos últimos jogos e tentou resolver a partida o quanto antes. Com velocidade e uma tarde inspirada de Dudu, os palmeirenses sufocaram o desfalcado time gremista, que tentava tirar o ritmo intenso do jogo e apostar nos toques, em busca de espaço na zaga.

Mas o planejamento gremista foi prejudicado logo aos sete minutos, quando Dudu fez boa jogada pela direita e cruzou para Deyverson desviar e abrir o placar. O polêmico atacante vive uma fase de ouro. Na comemoração, dedicou o gol ao jovem Nickollas, torcedor deficiente visual que ficou famoso por ir em diversos jogos do Palmeiras no estádio. "Ele é um exemplo", disse o jogador.

O Grêmio tentou responder rápido e brecou na boa organização tática do líder do Brasileiro. Luan, a estrela gremista, tentou cair pela direita, mas teve atuação discreta. Na verdade, quem quase marcou mais um foi o Palmeiras, que viu Bruno Henrique chutar sem goleiro e Cícero salvar em cima da linha. 

A partida continuou bem disputada no segundo tempo, embora as chances de gol diminuíram, por méritos das defesas. Os espaços deixados pelos gremistas no primeiro tempo deixaram de existir e o Palmeiras teve mais dificuldade. Em uma das oportunidades criadas, Dudu saiu cara a cara com Paulo Victor, mas o gremista levou a melhor. 

Além das boas marcações, as duas equipes passaram também a errar muitos passes e fizeram com que a partida caísse de rendimento nos minutos finais. Então, coube ao iluminado Deyverson garantir a vitória com direito a uma falha grosseira de Bressan.Aos 33, a bola foi lançada em direção ao ataque palmeirense. Bressan se atrapalhou na tentativa de dominar a bola, Deyverson lutou para ganhar no jogo de corpo e bateu na saída de Paulo Victor. Gol com a assinatura do atacante, um lance de pouca técnica, mas muita vontade e esforço e assim, o Palmeiras deixou para trás mais um concorrente e mostrou que será difícil tirá-lo da ponta da tabela. 

 

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 2 X 0 GRÊMIO

PALMEIRAS: Fernando Prass; Mayke, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Thiago Santos (Jean), Bruno Henrique e Moisés; Willian (Lucas Lima), Dudu (Hyoran) e Deyverson

Técnico: Luiz Felipe Scolari

GRÊMIO: Paulo Victor; Leonardo, Pedro Geromel, Bressan e Marcelo Oliveira; Maicon, Cícero, Luan (Thaciano), Alisson e Pepê (Marinho); Jael (André)

Técnico: Renato Gaúcho

Gols: Deyverson, aos 7 do 1º Tempo; e aos 33 do 2º Tempo

Cartões amarelos: Thiago Santos, Gustavo Gómez, Bressan, Luan (Palmeiras), Marcelo Oliveira e Jailson

Público: 32.015 pagantes

Renda: R$ 1.254.125,00

Juiz: Ricardo Marques Ribeiro (MG)

Local: Pacaembu, em São Paulo

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.