Sergio Moraes/Reuters
Sergio Moraes/Reuters

Com dois de Nenê, Fluminense vence e deixa o Corinthians à beira da degola

Time carioca volta a vencer após três jogos e aumenta crise corintiana

Guilherme Amaro, O Estado de S.Paulo

13 de setembro de 2020 | 17h58

O Fluminense venceu o Corinthians por 2 a 1, com gols de Nenê, aproximou-se do G-4 do Campeonato Brasileiro e deixou o time paulista à beira da zona de rebaixamento. No Maracanã, os mandantes construíram o placar com facilidade.

Com o interino Dyego Coelho, após a demissão de Tiago Nunes na última sexta-feira, o Corinthians entrou em campo no 4-1-4-1. A formação, porém, durou apenas 16 minutos. O treinador sacou o volante Éderson para colocar o atacante Everaldo e deixou o time no 4-3-3-, quando o placar já estava 1 a 0.

O Fluminense, bem mais organizado, marcou logo aos sete minutos. Depois do cruzamento pela direita, Nenê chutou travado com os defensores corintianos e, já caído no chão, finalizou na sobra e acertou o cantinho do gol de Cássio.

Era pela direita que o Fluminense chegava sempre com perigo. Calegari fez um bom jogo tanto na defesa quanto no ataque. O time carioca dominou o começo da partida e recuou um pouco após abrir o placar, mas não chegou a ser assustado.

O Corinthians não conseguia criar. A única jogada era chutão de Cássio para Jô dar uma "casquinha" de cabeça e tentar encontrar algum companheiro. O atacante chegou a se irritar diversas vezes com a postura dos outros jogadores.

O único lance de perigo do Corinthians ocorreu já no segundo tempo, quando Michel cruzou e Everaldo marcou, mas o gol foi anulado corretamente por impedimento do lateral-direito. Não precisou nem do VAR. 

O duelo ficou "arrastado" na etapa final, mesmo com as mudanças dos treinadores. Só aos 40 minutos houve pênalti discutível, quando a bola bateu no braço de Bruno Méndez dentro da área. Nenê foi para a cobrança e fechou o placar. 

Já nos acréscimos, Danilo Barcelos foi expulso por entrada dura em Michel. Aos 50, Mateus Vital descontou, mas já era tarde para o Corinthians buscar qualquer reação em busca do empate. Melhor para o Fluminense, que voltou a ganhar após três jogos. Já o Corinthians agora soma três partidas sem vitória.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 2 X 1 CORINTHIANS

CORINTHIANS: Cássio, Michel Macedo, Bruno Méndez, Gil e Lucas Piton (Sidcley); Gabriel (Ramiro), Éderson (Everaldo) e Cantillo (Camacho); Gustavo Mosquito (Mateus Vital), Otero e Jô. Técnico: Dyego Coelho (interino).

FLUMINENSE: Muriel; Calegari, Digão (Nino), Luccas Claro e Danilo Barcelos; Hudson (Yago Felipe), Dodi e Nenê; Michel Araújo (Luiz Henrique), Wellington Silva (Ganso) e Marcos Paulo (Felippe Cardoso). Técnico: Odair Hellmann.

Gols: Nenê, aos 7 do primeiro tempo e 43 do segundo tempo; Mateus Vital, aos 50 do segundo tempo.

Cartões amarelos: Gabriel, Walter, Dodi, Bruno Méndez, Nenê, Camacho

Cartão vermelho: Danilo Barcelos

Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC).

Local: Maracanã.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.