Com dores, Barcos volta a ser poupado e vira dúvida no Grêmio

Atacante ainda reclama de um incômodo nas costas, mas não foi vetado por Luiz Felipe Scolari, que vai esperar até a última hora

Estadão Conteúdo

15 de agosto de 2014 | 19h49

O atacante Barcos voltou a ser poupado no treino do Grêmio nesta sexta-feira e virou dúvida para a partida contra o Criciúma, domingo, em casa. Ele ainda reclama de dores nas costas, mas não foi vetado por Luiz Felipe Scolari, que vai esperar até a última hora para saber se poderá contar com o jogador neste fim de semana.

"É uma incógnita. Ele está relacionado, mas não sei se terá condições. O Lucas [Coelho]treinou na primeira parte e o Ronan, que veio dos juniores, treinou na segunda e foi muito bem. Vamos esperar até a hora do jogo ou na manhã que antecede a partida para que o médico nos diga se o Barcos poderá jogar ou não", declarou Felipão, nesta sexta-feira. 

Barcos já havia sido preservado das atividades na quarta e na quinta-feira. Se não estiver bem até domingo, será substituído por Lucas ou Ronan, com maiores chances para o primeiro, mais experiente. Felipão evitou antecipar qualquer preferência, principalmente depois de fechar parte do treino desta sexta.

O técnico justificou os portões fechados no início para ter maior privacidade para repreender eventuais erros dos jogadores durante as atividades. Desta forma, descartou qualquer mistério para domingo. Neste caso, se Barcos não puder jogar, o Grêmio deve ser escalado com Marcelo Grohe; Matías Rodríguez, Rhodolfo, Geromel e Breno; Ramiro, Canhoto, Giuliano, Luan e Dudu; Lucas Coelho [Ronan].

Tudo o que sabemos sobre:
futebolGrêmioBarcosBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.