Ricardo Duarte / S.C. Internacional
Ricardo Duarte / S.C. Internacional

Com dores, Nico López preocupa Inter para jogo contra o Corinthians

Atacante fez o gol do time diante da Chapecoense e foi substituído por Leandro Damião, que perdeu pênalti no fim da partida

Estadão Conteúdo

18 de setembro de 2018 | 10h02

A perda da liderança do Brasileirão não é a única preocupação do técnico Odair Hellmann para a sequência do Internacional no campeonato. O treinador não sabe se poderá contar com o atacante Nico López para o duelo contra o Corinthians, no domingo, no estádio do rival, pela 26ª rodada.

O jogador uruguaio sentiu dores no joelho esquerdo durante o segundo tempo contra a Chapecoense, na noite desta segunda-feira, e precisou ser substituído por Leandro Damião - o time gaúcho foi derrotado por 2 a 1 na Arena Condá e perdeu a oportunidade de recuperar a primeira colocação da tabela.

Segundo o clube, o jogador será reavaliado nesta terça para saber se terá condições de ser titular contra o rival paulista. Se for vetado, Damião deve começar entre os 11 no fim de semana. "É muito cedo para falar. Tomara que não seja nada grave", afirmou o vice de futebol do Inter, Roberto Melo.

Nico López vem sendo uma das referências no ataque do Inter, que faz grande campanha no Brasileirão. Na Arena Condá, ele foi o autor do primeiro gol da partida ao converter penalidade aos 25 minutos da etapa inicial.

Substituto do uruguaio, Damião acabou se tornando um dos personagens da partida ao perder um pênalti aos 48 minutos do segundo tempo. Sua cobrança parou no goleiro Jandrei. Ao fim do jogo, o técnico Odair Hellmann confirmou que manterá o atacante como um dos batedores de penalidades da equipe.

"O Damião é um dos batedores, como o D'Alessandro é, o Nico é e o Pottker também. O Damião marcou contra o Santos. O Nico perdeu contra o Vitória e hoje converteu. O Damião é um dos batedores. Se ele tivesse começado o jogo, talvez tivesse batido antes do Nico no primeiro tempo", disse o técnico, referindo-se ao gol de pênalti marcado por Nico López.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.