Com dores no joelho, Kaká e Emerson preocupam a seleção

O volante Emerson e o meia Kaká são as principais preocupações do médico da seleção brasileira, José Luiz Runco, para a partida de sábado contra a França, em Frankfurt, que decide um dos semifinalistas da Copa do Mundo. Os dois jogadores saíram do jogo contra Gana reclamando de dores no joelho direito e viraram dúvida para as quartas-de-final."Eles sofreram lesões no ligamento interno do joelho direito, uma região que dói na hora do chute", explicou Runco. Segundo ele, Emerson sofreu um pequeno entorse e saiu no intervalo justamente por causa dessa lesão, enquanto Kaká, assim que foi substituído por Ricardinho, sentou-se no banco e fez aplicação de gelo no local.Com olhar preocupado, Runco não quis dizer se os dois jogadores correm risco de não jogar contra a França. Ele também afirmou que Kaká e Emerson voltam a treinar só depois que pararem de sentir dor. Já o caso de Lúcio, que também saiu com dores do duelo contra Gana, é mais simples e, segundo o médico, já está resolvido. A própria CBF retirou de seu site a informação de que o jogador se encontrava sob tratamento.Robinho com bolaO atacante Robinho volta a treinar com bola nesta quarta-feira, em exercícios específicos com o preparador físico Paulo Paixão. Se tudo estiver bem, ele treina normalmente com o restante do grupo nesta quinta-feira. Ele se recupera de um edema muscular na coxa direita, sofrido no treino de sábado."Preciso correr para saber se está tudo bem, mas já melhorei bastante", disse Robinho, que pela manhã fez eletroterapia e trabalhos de reforço muscular na bicicleta ergométrica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.