Com dores no joelho, Luís Fabiano tem estreia adiada no São Paulo

Devido a lesão, atacante não poderá jogar contra o Goiás, pela Copa do Brasil, nesta quarta-feira

AE, Agência Estado

23 de abril de 2011 | 13h47

SÃO PAULO - O São Paulo já estava se preparando para a estreia de Luís Fabiano no jogo de quarta-feira, contra o Goiás, no Morumbi, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Mas o atacante sentiu dores no joelho direito, onde sofreu lesão quando ainda defendia o Sevilla, na Espanha, e foi vetado pelos médicos neste sábado. Assim, seu primeiro jogo com a camisa são-paulina neste retorno ao clube ainda não tem nova data para acontecer.

Luís Fabiano foi contratado pelo São Paulo no dia 11 de março, por 7,6 milhões de euros. Ainda na Espanha, enquanto preparava sua mudança, ele já começou a fazer a recuperação da lesão no joelho com os profissionais são-paulinos. E, desde que desembarcou no Brasil, no final do mês passado, tem feito tratamento intensivo no clube. Tudo isso para poder estrear neste jogo de quarta-feira, contra o Goiás. Mas não deu tempo.

Na última quarta-feira, o técnico Paulo César Carpegiani já havia dito que precisaria ver a performance Luís Fabiano nos treinos antes de confirmar a sua escalação diante do Goiás. Assim, o atacante passou a treinar com o restante do grupo na quinta. Mas, após o trabalho realizado na manhã deste sábado, ele se reuniu com os médicos e revelou que ainda sente dores no joelho e insegurança para realizar alguns movimentos.

A diretoria já fazia campanhas de marketing para promover a estreia de Luís Fabiano na quarta-feira e levar um grande público ao Morumbi. Agora, terá que adiar a festa. Segundo o clube, o jogador precisa de "mais trabalhos de fortalecimento e recuperação muscular". Como ele não está inscrito no Paulistão, só poderá jogar se o São Paulo avançar na Copa do Brasil - caso contrário, terá que esperar a abertura do Brasileirão, no dia 22 de maio.

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo F CLuís Fabianofutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.