Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Com dores no joelho, Sergio Díaz passará por exames e é dúvida no Corinthians

Meia Jadson também deve ficar de fora do duelo contra o Botafogo por conta de lesão muscular

João Prata, Estadão Conteúdo

02 Novembro 2018 | 08h06

O paraguaio Sergio Díaz, titular no duelo contra o Bahia no último sábado, passará por exames nesta sexta-feira e deve ser mais uma baixa no Corinthians para o jogo contra o Botafogo, neste domingo, às 17 horas, no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro, pela 32.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Jadson também deve ficar de fora por lesão muscular.

Díaz treinou a semana inteira entre os reservas. Na última quinta-feira, deixou a atividade com dores no joelho direito, o mesmo que ele operou em novembro do ano passado e ficou por cerca de nove meses em recuperação. O paraguaio, no entanto, saiu de campo sem estar mancando.

O problema acontece justamente quando o meia-atacante vinha ganhando a confiança do técnico Jair Ventura. No último sábado, ele teve a primeira oportunidade de começar uma partida entre os titulares por causa da lesão de Jadson.

O paraguaio de 20 anos tem sido convocado pela seleção do seu país e disse no início da semana que a lesão no joelho era passado - a lesão aconteceu quando ele ainda defendia o Real Madrid B. Enquanto se recuperava do problema, o clube madrilenho optou por emprestá-lo ao Corinthians, em agosto, com contrato válido até o fim de 2019.

"Me sinto muito bem, quando entro em campo já não sinto medo, pelo trabalho muito bom feito no Corinthians. Tenho que reconhecer que meu físico ainda não é o ideal, contra o Bahia senti um pouco no decorrer, mas estou bem, com vontade, quero me recuperar para estar 100%", disse.

O jogador também afirmou que ainda está em fase de adaptação no Brasil e conta com o apoio principalmente do compatriota Romero, um dos principais jogadores do atual elenco. "O Romero me contou que passou por dificuldades no início, mas que seguiu treinando e treinando, sempre calado. É o que estou fazendo. Para ter oportunidades grandes, com partidas seguidas, ser um ídolo como ele é. Quero estar sempre preparado para ter oportunidades no Corinthians", revelou o jogador.

O Corinthians encara o Botafogo neste domingo ainda de olho em se afastar da zona de rebaixamento. O time ocupa atualmente a 11.ª colocação com 39 pontos, a cinco de distância da Chapecoense, que abre o grupo da degola em 17.º lugar.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.